quarta-feira, agosto 4, 2021
18.3 C
Rio Branco
quarta-feira 04 agosto 2021

Abastecimento de água em Rio Branco é reduzido para desligamento da ETA II e troca de subestação

POR

Distribuição de água na capital acreana vai ser feita por rodízio e de forma reduzida enquanto equipes trocam subestação da ETA II. Serviço começou nesta quinta (24) e se estende até a sexta (25).

A Estação de Captação de Água (ETA II), na Via Verde, em Rio Branco, começa a ser desligada nesta quinta-feira (24) para troca da subestação de distribuição que corre o risco de desabar. Com o desligamento, que segue até esta sexta (25), o abastecimento de água na capital acreana vai ser reduzido.

O Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa) afirmou que a cidade não vai ficar desabastecida, mas haverá uma redução da vazão. As equipes vão colocar uma nova subestação e o procedimento vai durar dois dias.

No último dia 7, o governo Acre decretou situação de emergência e alertou para uma possível crise hídrica na capital. A principal estação de captação e tratamento de água, a ETA II, construída às margens do Rio Acre, apresenta várias rachaduras com o risco de desabar a qualquer momento. A estação é responsável por abastecer 70% da cidade, cerca de 250 mil pessoas.

O secretário-adjunto de Infraestrutura do Depasa, Jamerson Lima, explica que as bombas que ficam no rio, inclusive as flutuantes, vão ser desligadas gradativamente. Segundo ele, a operação não compromete o abastecimento.

“Com a subestação acionada e energizada vamos para a fase de testes e fazer toda parte de programação dos inversores de frequência e quadros de comando. Concluir essa primeira parte do dia, na segunda já começamos a fazer o desligamento gradativo das bombas que ficam no rio”, destacou.

Ainda segundo o secretário, haverá um rodízio de distribuição de água nos bairros durante a operação. A previsão, conforme Lima, se o serviço for concluído na sexta, é que o sistema volte a funcionar normalmente no mesmo dia.

“Amanhã [sexta, 25] vai realmente paralisar o sistema, que é para acionamento da bomba KSB e pretendemos concluir em 24 horas. Já está sendo feito a reserva nos reservatórios para manter o abastecimento, só que em forma de rodízio”, frisou.

G1

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img