sábado, julho 24, 2021
21.3 C
Rio Branco
sábado 24 julho 2021

Edvaldo Magalhães diz que Brasil ficou mais pobre e energia mais cara com a venda da Eletrobras

POR

O deputado estadual Edvaldo Magalhães (PCdoB) repudiou a aprovação da venda da Eletrobras pelo Congresso Nacional, que contou com o voto dos três senadores do Acre e parte da bancada federal. O parlamentar disse que as consequências serão drásticas para os mais pobres.

“Vai fazer com que o Brasil fique mais pobre, porque o país perde um patrimônio e faz com que os pobres do país fiquem miseráveis porque não terão como pagar o preço da energia que ficará mais cara”, disse o deputado do PCdoB.

Ainda de acordo com Edvaldo, “o assunto é escandaloso” e “tão prejudicial ao País”. “Nem os setores conservadores tiveram unanimidade nesse debate. Foram várias instituições a questionar o processo de venda. No Acre, a bancada de senadores, no seu silêncio de vendilhões do templo, votaram por unanimidade, também parte dos deputados federais acompanhou esse voto criminoso do patrimônio brasileiro, que terá como consequência o aumento do preço da energia, de imediato”, pontua o líder oposicionista na Assembleia.

Edvaldo Magalhães afirmou que a redução dos auxílios pagos pelo governo federal já é uma forma de penalizar os mais pobres e agora a energia será mais uma preocupação para os trabalhadores brasileiros, que já convivem com alto preço do gás de cozinha.

“Os mais pobres desse país não tem como pagar energia. Você tem a redução dos auxílios já como medidas de prejudicar os mais pobres, você tem a inflação dos alimentos e você tem o aumento do preço do gás que faz com que as pessoas tenham que migrar para a lenha e agora vamos ter que migrar para a vela”, destaca.

Magalhães encerrou dizendo que a venda da Eletrobras só vai beneficiar um grupo de investidores. “Não ajuda os da indústria, os investidores do comércio, àqueles do setor de serviços, em um momento que ainda estamos na pandemia. Isso foi um crime que foi cometido pelo Congresso Nacional”.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img