segunda-feira, agosto 2, 2021
18.3 C
Rio Branco
segunda-feira 02 agosto 2021

Casal realiza doação de sangue habitualmente e salva vidas

POR

É um amor que dura sete anos e há quatro salva vidas, permitindo que mais pessoas continuem experimentando e espalhando o sentimento, por meio da doação de sangue. O casal Melrili Santos e Cláudio Oliveira se conheceu na infância, suas vidas seguiram rumos diferentes, mas, como conta uma lenda chinesa, quando uma pessoa é destinada a outra, ambas têm um laço vermelho que as liga. O laço pode embaraçar, emaranhar, mas nunca quebra.

Foi assim mesmo a história do casal, que voltou a se encontrar na faculdade. Engataram logo um namoro, para não correr o risco de novamente ter o destino comum interrompido. “Nós nos reencontramos durante a formação em engenharia florestal, quando começamos o namoro, que já dura sete anos”, conta Melrili.

Além do sentimento de bem-querer mútuo, eles levam esperança a quem precisa, e já se vão quatro anos realizando doações de sangue no Centro de Hematologia e Hemoterapia do Acre (Hemoacre), em Rio Branco.

“A primeira doação do Cláudio foi em 13 de abril de 2009 e a minha, em 5 de maio de 2017. Depois que começamos a namorar, sempre que ele ia doar me convidava, eu aceitava o convite e a doação se tornou algo fixo na nossa rotina”, relata Melrili.

Conforto

Hoje, noiva de Cláudio, Melrili fala o sentimento de ser doadora: “Após cada doação o sentimento é único, de conforto, felicidade e tranquilidade de dever cumprido. É um ato tão simples, sem dor, sem demora e ao mesmo tempo muito valioso, pois, para aquele que precisa, o sangue vem muitas vezes como uma salvação e pra nós, doadores, é apenas uma pequena forma de contribuição”.

Quem pode doar?

Condições básicas para a doação de sangue: ter entre 16 (acompanhado do responsável) e 69 anos (desde que a primeira doação tenha sido antes dos 60 anos), pesar mais de 50 quilos, estar bem de saúde, ter dormido 6 horas na noite anterior, não ingerir bebida alcoólica 12 horas antes, evitar alimentos gordurosos 4 horas antes e não estar em jejum.

Como doar?

Os potenciais doadores devem portar documento original com foto e realizar o agendamento da doação pelo número (68) 3248-1380. O agendamento também pode ser feito pelo aplicativo Sangue Amigo. O Hemoacre funciona de segunda-feira a quinta-feira, das 7 às 17h e, na sexta-feira, das 7 às 13h.

Utilização

O sangue de modo geral é utilizado principalmente nas cirurgias. Já os componentes como as plaquetas, são usadas em casos de doenças hematológicas nos pacientes que fazem quimioterapia, assim como também para tratar hemorragias que podem ser ocasionadas em caso de dengue hemorrágica.

O plasma convalescente é utilizado nos casos de recomendação médica para o tratamento de pacientes acometidos pela Covid-19. O plasma pode ser doado por pessoas que já contraíram a doença há mais de 30 dias e não ter tido manifestações graves em função da doença (choque séptico, parada cardíaca ou intubação traqueal ou respiratória).

Na capital

Em Rio Branco, o Hemoacre fica localizado na Avenida Getúlio Vargas, 2787, bairro Bosque. As doações também são para o tratamento de pessoas acometidas pela Covid-19, dengue hemorrágica, tratamento de quimioterapia e cirurgias, entre outros.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img