Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Polícia

Jovem é morto com facada após dançar com ex-namorada do suspeito no Acre

Publicado

on

Vítima estava em uma praia no município de Assis Brasil, no último domingo (6), quando levou facada. Amigo da vítima foi tirar satisfações com autor e acabou também ferido

Um homem foi preso em flagrante no último domingo (6) suspeito de matar Arão César Gadelha Júnior, de 26 anos. O crime teria ocorrido depois que o suspeito viu o jovem dançando com sua ex-companheira, no município de Assis Brasil, no interior do Acre.

Conforme o delegado da cidade, Erick Ferreira Maciel, o crime ocorreu em uma praia na cidade. Ao ver a ex-companheira com Júnior, o homem partiu para cima dele e deu um golpe de faca que atingiu a região do abdômen da vítima.

O jovem ainda foi levado para o hospital da cidade, mas não resistiu ao ferimento e acabou morrendo pouco tempo depois.

Ainda segundo o delegado, após sair do local, o autor parou em um bar e atingiu com uma facada uma segunda vítima, identificada como Antônio da Silva Nonato, de 22 anos, também na região abdominal. Nonato foi transferido para o hospital da cidade de Brasileia em estado grave.

“O motivo, a priori, seria uma crise de ciúmes do autor, já que no local do primeiro fato, a ex-companheira dele estaria na companhia da vítima e a motivação do segundo ataque seria que a segunda vítima era amiga da primeira e teria ido tomar satisfações com autor”, informou o delegado.

O corpo de Júnior foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) da capital, Rio Branco, para os devidos procedimentos. O suspeito foi preso em flagrante e o delegado representou pela prisão preventiva dele.

“O acusado confessa o crime, mas alega uma possível ameaça anterior, o que fez com que atingisse a vítima.”

A prefeitura de Assis Brasil divulgou uma nota lamentando a morte do rapaz. “César foi um rapaz alegre, extrovertido e que sempre encontrou felicidade em duas rodas. Mais uma estrela que brilhará no céu de Assis Brasil. Neste momento de dor e sofrimento, prestamos nossas condolências.”

G1

Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas