Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Geral

Moda bizarra da web: jovem come carne podre para ficar drogado

Publicado

on

Daniel Larsoon é sueco e segue a estranha tendência de ‘carne chapada’, considerada muito perigosa para a saúde

Um sujeito deixou carne crua apodrecer na geladeira e a comeu para ficar drogado. A ideia de Daniel Larsoon, 27 anos, não é nova e tem até precedentes similares na natureza, mas foi considerada muito perigosa por médicos.

Daniel, que mora na Suécia, faz parte de uma subcultura chamada High Meat (algo como “Carne Chapada”), que ganha força em fóruns como o Reddit. A ideia é bem simples: deixar a carne apodrecer para ficar drogado pela ação de micro-organismos do processo de decomposição.

Em postagens do tipo, pessoas relatam sensação de euforia após experimentar o alimento nessas condições.

Daniel afirma que adquire carne de vacas locais, criadas organicamente, e a deixa dentro de vasilhas plásticas na geladeira por cerca de dois meses antes de comer. Durante o processo, ele observa ainda a ação das bactérias sobre o alimento.

Após a refeição podre, ele relata um efeito similar a “tomar três cervejas” — ignorando os grandes riscos de comer carne nessas condições.

“A carne que como está vencida há um ou dois meses. Surpreendentemente, não cheira tão mal. Dava para ver as colônias de bactérias crescendo”, afirmou ele, em entrevista ao tabloide Mirror.

No início, ele era cético quanto às “carnes chapadas”, mas foi convencido por um amigo, que comeu carne podre por um ano antes de convencer Daniel.

LEIA TAMBÉM: Vila italiana é vista novamente após ficar submersa por 71 anos

Como o amigo não passou mal durante o período, Daniel considerou isso uma “evidência empírica” de que a técnica era segura.

“Minha namorada se recusa a tentar. Ela acha nojento. Muitas pessoas que conheço acham uma loucura”, afirma ele, mostrando que os amigos ainda possuem sanidade.

R7

Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas