Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Política

“Não acredito em crime passional”, diz Rocha sobre Gedeon Barros que foi executado a tiros

Publicado

on

Amigo pessoal de Gedeon Barros, de quem foi correligionário, o vice-governador Wherles Rocha afirmou à Folha do Acre na manhã de quinta-feira (20) que não acredita que o assassinato do ex-prefeito de Plácido de Castro, ocorrida na manhã tenha sido passional.

Ele diz que o ex-prefeito não tinha inimigos, que era religioso, sendo membro da Adventista, e que não fez desafetos na política.

Rocha acredita que o crime tenha ligação com a gestão passada e com as denúncias que o ex-prefeito teria feito aos órgãos de controle e à Polícia Federal.

Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas