Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Cotidiano

Rio Branco começa a vacinar pessoas a partir de 25 anos com comorbidades

Publicado

on

Ao todo são 10 pontos de vacinação para pessoas com comorbidades e seis para grávidas e mulheres em pós-parto.

Pessoas de 25 anos com comorbidades vão ser vacinadas contra a Covid-19 em Rio Brando das 8h às 16h nesta segunda-feira (17). Além desse público, a Secretaria de Saúde de Rio Branco (Semsa) imuniza também pessoas com síndrome de Down, pacientes renais crônicos que fazem hemodiálise, pessoas com deficiência permanente, a partir dos 18 anos, grávidas e mulheres no pós-parto.

Na quinta (13), a Semsa voltou a vacinar as grávidas e mulheres no período pós-parto com ou sem comorbidades. A imunização desse grupo tinha sido suspensa na terça (11), após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendar a interrupção do uso da AstraZeneca/Fiocruz.

Para as gestantes e mulheres pós parto, a Semsa abre seis pontos de vacinação nesta segunda. Os idosos de 60 anos ou mais que ainda não tomaram a primeira dose podem procurar um dos pontos e se imunizar, já que as equipes seguem com a repescagem.

Já as pessoas que precisam tomar a segunda dose da vacinação, conforme data descrita na carteira de vacina, devem procurar o drive-thru, montado no antigo pátio do Detran-AC, em frente ao 7º BEC.

Pontos de vacinação para grávidas e pós-parto
Urap Cláudia Vitorino – no bairro Taquari;
Urap Hidalgo de Lima – no bairro Palheiral;
Urap Roney Meireles – Conjunto Adalberto Sena;
Urap Eduardo Assmar – Bairro Quinze;
Policlínica Barral Y Barral – Conjunto Tangará;
Urap Vila Ivonete – na Rua Antônio da Rocha Viana.

Pontos de vacinação para pessoas com comorbidade:
Urap Bacurau
Urap Valdeisa Valdez
Urap Eduardo Assmar
Urap Rosângela Pimentel
Urap Vila Ivonete
Urap Roney Meirelles
Urap Hidalgo de Lima
Urap Claudia Vitorino
Urap São Francisco
Policlínica Barral y Barral

Público-alvo

pessoas a partir dos 35 anos com comorbidades;
pessoas com síndrome de Down a partir dos 18 anos;
pacientes renais crônicos que fazem tratamento de hemodiálise a partir dos 18 anos;
pessoas com deficiência permanente a partir dos 18 anos;
grávidas e puérpuras.

Segunda dose

CoronaVac

O intervalo ideal é de 28 dias entre as doses da CoronaVac. Um estudo do Butantan mostrou que a eficácia da vacina foi de 62% com intervalo de 21 a 28 dias, contra 50% com intervalo de até 21 dias.

AstraZeneca

Já estudos clínicos da Oxford/AstraZeneca apontaram uma eficácia de 82,4% com a segunda dose, em um intervalo de três meses após a primeira dose.

Pfizer

O ministério recomenda que a vacina seja administrada em um intervalo de 12 semanas (três meses). Em nota técnica, a pasta informa que o intervalo maior foi recomendado com base em estudos feitos no Reino Unido – o país optou por aumentar o espaçamento no início da campanha de vacinação, por causa da escassez de doses.

Já a bula do fabricante diz que o imunizante deve ser aplicado em um “intervalo maior ou igual a 21 dias entre a primeira e a segunda dose”.

Vacinação no Acre

Na sexta (14), o Acre recebeu o segundo lote com vacinas da CoronaVac, do Instituto Butantan, para aplicar a segunda dose da imunização. A 22ª remessa trouxe 3,4 mil doses para distribuir entre os municípios acreanos.

De acordo com informações do portal de transparência do governo, o Acre recebeu 234.910 doses de vacinas e foram aplicadas 150.148 até essa sexta (14), data da última atualização, sendo 106.561 da primeira dose e 43.587 da segunda. Rio Branco aplicou 66.675 doses e Cruzeiro do Sul 15.769.

Segundo o governo, o número de doses aplicadas que consta no portal refere-se aos dados já inseridos no sistema do Ministério da Saúde, cujas atualizações são realizadas pelos municípios. Por isso, pode haver atraso nas informações.

G1

Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas