Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Política

Marcio Bittar quer destinar R$ 20 milhões para pequena cidade de Goiás que não têm obras

Publicado

on

Uma reportagem da Revista Crusoé, publicada na quinta-feira (13), que desvenda onde foi parar parte do orçamento paralelo bilionário usado pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) para comprar apoio de parte do Congresso, trouxe uma história inusitada que envolve o município de Gameleira de Goiás.

Localizada a 90 quilômetros de Goiânia, a cidade que tem 3,8 mil habitantes foi indicada como destino de R$ 20 milhões de reais. A reportagem revela que o dinheiro, proveniente de emendas fora do radar de órgãos de controle como o Tribunal de Contas da União (TCU) e Ministério Público Federal (MPF), e que saíram do Ministério do Desenvolvimento Regional foi indicação do senador Márcio Bittar (MDB), do Estado do Acre, que não tem nenhuma relação com Goiás e, ao que tudo indica, muito menos com Gameleira.

Do total dos R$ 20 milhões, consta no sistema do governo federal que mais da metade foi paga, porém nenhum recurso chegou até a cidade. A Crusoé ligou para funcionários da Prefeitura da pequena Gameleira que dizem desconhecer o repasse e que há muito não tem nenhuma obra em execução no município.

O prefeito Wilson Tavares, do Democratas, afirmou à revista que não conhece o senador Márcio Bittar, mas deu a entender que tinha ciência da transferência do recurso. “A gente não fica sabendo. Como é uma emenda extraorçamentária, eu não sei quem colocou pra mim”, disse. O democrata ressaltou que apesar de constar o pagamento de metade do valor nas planilhas do Planalto até hoje não recebeu nada do dinheiro.

O senador responsável pela bolada milionária para Gameleira de Goiás, Márcio Bittar, tem ótima relação com o presidente da República. Foi relator da PEC emergencial e da proposta orçamentária para este ano. Ele será o responsável por coordenar o destino de emendas altas estimadas em R$ 18 bilhões de reais.

Comparação

O repasse de Márcio Bittar para Gameleira de Goiás é 13 vezes maior que arrecadação anual de impostos do município. O dinheiro que seria destinado para recapeamento de asfaltos é mais que o suficiente para reformar a cidade inteira.

Mais Goiás

Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas