Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Destaque

Leo de Brito propõe uso de unidades de saúde militares em situação de emergências e calamidades públicas

Avatar

Publicado

on

Há unidades militares com até 85% de vagas ociosas, segundo dados do TCU

O deputado federal Leo de Brito (PT-AC) protocolou junto à mesa diretora da Câmara dos Deputados, Projeto de Lei que dispõe sobre a obrigatoriedade de destinação de vagas de leitos de enfermarias e UTI’s, nas unidades de saúde do Exército, Marinha, Aeronáutica e Hospital das Forças Armadas, para civis em situações de emergências e calamidades públicas em saúde.

O parlamentar acreano justifica que diante do cenário atual de pandemia do novo coronavírus, todos os hospitais que fazem parte do Sistema Único de Saúde (SUS) alcançaram sua capacidade máxima de lotação em leitos de enfermarias e UTI’s destinados ao tratamento da Covid-19. Em contrapartida, as unidades militares de saúde bloquearam seus leitos à espera de militares em enfermarias e UTI’s. Segundo dados Tribunal de Contas da União (TCU), há unidades militares com até 85% de vagas ociosas.

“O país enfrenta a maior crise sanitária de todos os tempos, com o colapso nas redes públicas de saúde nos estados, essa é a hora de todos se ajudarem, sem exclusividades e privilégios, todas as vidas importam! É inaceitável que se mantenham leitos vazios enquanto milhares de pessoas morrem nas filas de hospitais do SUS”, disse Leo de Brito.

O parlamentar pede imediata deliberação da mesa diretora em face da relevância da matéria.

Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas