Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Polícia

Presa mulher que aparece em vídeo confessando morte de motorista de app no Acre

Publicado

on

Foi transferida para o presídio estadual Francisco de Oliveira Conde, na Capital do Acre na tarde desta quinta-feira, dia 8, mais uma mulher que está ligada diretamente no crime de latrocínio (assalto seguido de morte), em meados do mês de março passado.

O corpo de Airton Fernandes Ferreira foi encontrado em um ramal localizado no km 10 a Estrada do Pacífico (BR 317), com cerca de 10 perfurações de tiros pelo corpo, cerca de 48 horas depois de ter desaparecido.

Airton trabalhava como motorista de aplicativo e foi chamado para uma corrida. Ele foi sentenciado por um grupo de facionados, acusado de estar envolvido em outro crime ocorrido na cidade de Cobija (Bolívia), cerca de um mês antes de sua morte.

Foi quando duas mulheres apareceram em um vídeo divulgado em redes sociais, falando do envolvimento no assassinato de Airton. As duas foram identificadas sendo presas no desenrolar do caso.

Além das mulheres, outras pessoas já foram identificadas. Cerca de cinco estavam no dia do crime e podem ser presos a qualquer momento. A delegada titular de Brasiléia, Carla Ivane, que está à frente do caso, pede aos cidadãos que ajudem denunciando através do 190 ou 181, sem precisar se identificar.

ContilNet

Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas