Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Política

Gladson critica prefeitos e diz que vacinação no Acre está a “passos de jabuti”

Redação Folha do Acre

Publicado

on

Durante entrega de títulos definitivos no Loteamento Farhat, ocorrida nessa quinta-feira, 8, o governador Gladson Cameli não poupou críticas a prefeitos com relação ao processo de vacinação em todo o estado do Acre. Ele foi taxativo: “fica nesse passo de jabuti, aí não dá”, desabafou.

Cameli reclamou a falta comunicação dos gestores municipais sobre o que o Estado precisa fazer para ajudar a acelerar o processo de imunização. De acordo dados repassados por Cameli, 70 mil doses de vacinas seguem sem uso em todo o Acre.

“Quem não quer tomar, tem que dar espaço a quem deseja se imunizar”, acrescentou.

As declarações do chefe do Palácio Rio Branco são dadas após o atraso na chegada das primeiras doses da compra de 700 mil vacinas Sputnik V pelo consórcio de governadores do nordeste. A liberação pela Anvisa só deve ocorrer após uma missão brasileira visitar as instalações da fabricante na Rússia.

“Quem quiser acreditar que vamos imunizar, acredite, eu só quero comprar e virar essa página”, voltou a comentar o governador.

Os dados do Portal Transparência Covid-19 do Acre são diferentes dos anunciados por Gladson Cameli. Pelo portal, o estado recebeu 132,5 mil doses de vacinas. 80,1 mil doses foram distribuídas e 74,5 mil aplicadas. 58 mil doses de vacinas estão armazenadas ainda sem destinação.

O Acre segue como terceira unidade federativa do país que menos vacinou. Nessa sexta-feira (9) deve chegar um novo lote de vacinas enviadas pelo Ministério da Saúde. Ainda não foi anunciado o total de imunizantes que será recebido.

Fonte: Ac24horas

Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas