Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Geral

Mercado ‘fura’ lockdown para venda de pescado na Semana Santa no Acre

Redação Folha do Acre

Publicado

on

Prefeitura informou que segue o decreto do estado e que mercado não é administrado pela gestão municipal e acrescentou que deve apurar o caso.

Apesar de o estado estar com o decreto que adotou medidas mais restritivas no combate à Covid-19 em vigor determinando as suspensão das atividades comerciais durante finais de semana e feriados, o Mercado do Peixe em Cruzeiro do Sul, no interior do Acre, abriu as portas e funcionou normalmente nesta Sexta-Feira Santa.

Imagens mostram o local aberto, com pessoas fazendo compras e sem máscaras. O local ficou aberto das 7h às10h.

A prefeitura informou ao G1 que o mercado não faz parte da administração da prefeitura, que está seguindo o decreto governamental, e que quem não cumprir com as determinações deve responder por isso. O caso foi informado para a Secretaria de Agricultura, que deve apurar.

Presidente de associação diz que local estava fechado

O presidente da Associação dos Vendedores, Francisco Valdecir, negou que eles estivessem comercializando durante esta sexta. Ele disse que o local foi aberto apenas para limpeza.

“Nós não estávamos desobedecendo o decreto, a gente não tinha demanda, nem estoque. A gente abriu para fazer a limpeza, porque não tinha como deixar um mercado de peixe ficar três dias sem fazer a limpeza e recolher o lixo de dentro. Não ia ter quem entrasse nele na segunda-feira (5)”, disse.

O presidente da associação falou ainda que esteve no local, foi feita a limpeza interna dos boxes e foram retirados os resíduos, já que os peixes são tratados lá.

“Também precisava ser reposto o gelo das verduras e abrimos para fazer isso. Amanhã [sábado, 3], a gente de novo, só que as portas vão ficar fechadas porque vamos só fazer a reposição do gelo. Mas, para fazer a baldeação, era preciso abrir para jogar a água fora. Não era para comercializar, porque não ficamos com estoque de peixe”, afirmou.

Com o sistema de saúde em colapso, o governo determinou, desde o dia 13 de março, medidas mais restritivas para conter o avanço do coronavírus no Acre. O governo adotou o fechamento emergencial do comércio e outros serviços nos fins de semanas e feriados para tentar reduzir os casos de Covid-19 e a alta demanda nos hospitais.

Além disso, o governador do Acre, Gladson Cameli, decidiu adotar uma medida ainda mais restritiva para tentar frear os casos de Covid-19 no estado e decretou toque de restrição, que proíbe a circulação de pessoas em espaços e vias públicas das 22h às 5h, medida que começou a valer no dia 26 deste mês.

A cidade de Cruzeiro do Sul registrou até esta sexta-feira (3) 6.949 casos de Covid-19, segundo o boletim da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre), e 128 óbitos pela doença.

G1

 

Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas