Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Cotidiano

Aplicando a técnica Smart na elaboração de metas

Redação Folha do Acre

Publicado

on

Por Pablo Marques

Caro leitor do Folha do Acre, no artigo passado falamos sobre a técnica SMART de elaboração de metas. Já sabemos que essa técnica foi construída por Peter Druck (considerado o pai da administração moderna). Também já sabemos que a técnica SMART, significa que ao pensar em uma meta, você precisa dividi-la em 5 etapas, sendo elas: 1 – específico/specific (S); 2 – mensurável/measurable (M); 3 – atingível/attainable (A); 4 – relevante/relevant (R) e 5 – temporal/time based (T). E que a junção das letras iniciais das palavras em inglês irá formar a palavra SMART.

Pois bem, neste artigo iremos compreender as etapas 1 e 2 da técnica SMART, o que irá contribuir para nos ajudar a iniciar a elaboração de nossas metas, facilitando assim a concretização de todos os nossos sonhos. E nos próximos artigos iremos detalhar as outras etapas desta técnica.

A primeira etapa da técnica SMART na construção da meta é a específica. Quando estiver elaborando sua meta procure ser o mais específico possível, ou seja, detalhe ao máximo a sua meta, lembre-se que a meta deve ser clara o suficiente para que você possa compreender todas as atividades que serão necessárias realizar para alcançá-la. Quanto mais informações você tiver da sua meta, mais fácil ficará para que você possa conseguir realizá-la. Se você conseguir responder nessa etapa as perguntas: o que? (o que será sua meta?), como? (de que forma irá realizá-la?) e quando? (determinar o tempo em que será realizada), você estará mais próximo do que imagina, de transformar seus sonhos em realidade.

Na segunda etapa da técnica SMART, sua meta precisa ser mensurável, ou seja, medida. Aqui você precisa colocar número em sua meta, pois ela precisa ser mensurável ou em termos financeiros ou de resultados. IMPORTANTE! Nunca esqueça, toda meta deve ser quantificada, sempre virá com um número. Ao colocarmos número em nossa meta, estamos estipulando um indicador, vale ressaltar que esse indicador precisa ser acompanhado e monitorado de perto, durante a execução da sua meta, pois será ele que irá lhe ajudar a verificar se sua meta foi ou não alcançada.

Diante o exposto meu querido leitor do Folha do Acre, de posse dessas informações referente as duas primeiras etapas da elaboração de metas na técnica SMART, você já tem condições de começar a pensar melhor na elaboração das suas metas, com grande possibilidade de serem realizadas, no próximo artigo iremos detalhar as outras etapas da técnica SMART (atingível, relevante e temporal), visando lhe ajudar na construção de metas totalmente exequíveis.

O impossível é aquilo que você não tentou!

Pablo Marques é professor de Economia do Instituto Federal do Amazonas/IFAM

Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas