Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Política

“Se for preciso parar obras para comprar vacinas vamos fazer isso”, diz Gladson Cameli

Redação Folha do Acre

Publicado

on

O governador Gladson Cameli, juntamente com o secretário Estadual de Saúde, Alysson Bestene, e a equipe da Sesacre, participaram, hoje, da reunião da Comissão Especial de Enfrentamento à Covid-19 da Assembleia Legislativa do Acre.

No início da reunião, o presidente da Comissão, deputado Roberto Duarte, fez um histórico da viagem que os parlamentares fizeram a sete municípios, no período de 02 a 5 de março, e listou quais os princiais pontos levantados, os encaminhamentos feitos e as propostas dos deputados para que o cenário da saúde local melhore.

“Os profissionais da linha da frente do combate ao coronavírus estão trabalhando no limite. É preciso reforçar as equipes. Além disso, precisamos melhorar as condições de infraesttrutura dos hospitais e unidades de saúde. E, urgentemente, é necessário ampliar a autonomia de oxigênio nas unidades do interior”, listou Roberto Duarte.

“Eu estou no limite. Temos um compromisso único que é vida, temos nossas opiniões. Eu deito minha cabeça no travesseiro e não vejo a hora disso passar”, disse – nitidamente exauto, Gladson Cameli.

O governador aproveitou a oportunidade para dizer que o Estado está pronto para adquirir as vacinas.

“Se for preciso parar obras pra comprar vacina estamos prontos pra isso”, disse o governador.

O secretário de Saúde explicou que o Acre fará parte do Consórcio do Nordeste para a aquisição das doses das vacinas. “Estamos preparando o termo para aderir às compras. O momento é de espera da garantia dos próprios laboartórios de que terão os insumos para a produção das vacinas. Como bem disse o Governador, já temos o recurso separado”, garantiu Alysson Bestene.

Confira abaixo o posicionamento do Secretário Alysson relacionado aos pincipais questionamentos dos parlamentares:

1) *Reforço de profisisonais de saúde*: No último ano, o Acre já realizou mais de 1.000 contratações, levando em consideração médicos e fisioterapeutas, por exemplo. É preciso reuniões com os órgãos de controle para apresentar, de forma muito transarente, a necessidade de que o Estado tem para enfrentar a Covid-19.
2) *Oxigênio*: Diante do alto consumo de cilindros de oxiêngio, a Sesacre – juntamente com a rede privada – já tomou providências, em parceria com algumas instituições, com a capacidade de ampliar a quantidade de cilindros para atender todo o Acre. Para as próximas semanas, está prevista a chegada de mais de 107 cilindros para atender, inclusive, a rede privada.
3) Em relação às *reformas das unidades de saúde*, os trabalhos estão dando início. Porém no momento de pandemia, todas as dificuldades são aumentadas, como, por exemplo: preço dos insumos;
4) *Aquisição das ambulâcias*. Em 2019, haviam 11 ambulâncias quebradas. Atualmente, o Governo do Acre está fechando a negociação de 28 ambulâncias. O processo já foi homologado e a comrpa será realizada com recursos do Banco Mundial, equivalente a R$5,3 milhões.

Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas