Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Política

Ex-ministro Pazuello relata dificuldade em enviar oxigênio ao Acre

Redação Folha do Acre

Publicado

on

O Ministério da Saúde, com apoio do Ministério da Defesa, coordenam o transporte de oxigênio para os estados do Acre e Rondônia.

Segundo o agora ex-ministro da saúde, Eduardo Pazuello, a maior dificuldade para o transporte desse material para o Acre é o fato de necessariamente o oxigênio ser gasoso, precisando ser transportado por cilindros.

Já para Rondônia, a logística ocorre de forma mais fácil porque é utilizado em ISO containers para transportar oxigênio liquido.

Em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (15), ministro também informou a instalação de usinas de oxigênio em alguns estados localizados na Região Norte, Acre e Rondônia já receberam a instalação.

“Além da estratégia de colocação de oxigênio, nós também estamos instalando usinas geradoras de oxigênio em vários pontos do país, principalmente no norte do país” explica o ministro Pazuello.

No último final de semana, o estado do Acre recebeu cerca de 50 cilindros que devem ser utilizados para o tratamento da covid-19.

Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas