Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Sem categoria

Ministério Público brasileiro une-se em apoio e solidariedade ao Acre

Avatar

Publicado

on

O Acre enfrenta um dos momentos mais críticos de sua história. A situação de emergência pública que o estado vive reúne diversos desafios como o agravamento da pandemia do coronavírus, surto de dengue, enchentes e crise migratória. Para prestar auxílio à população e ao Poder Público nesse momento, o Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) lançou, na sexta-feira, 19, a campanha ‘SOS Acre’, e tem movimentado uma grande corrente humanitária de solidariedade em todo o país.

Entre os principais apoiadores, está o Ministério Público dos Estados e da União em todo o país, que também têm abraçado a causa humanitária e estão realizando uma forte mobilização em apoio e solidariedade ao Acre.

O presidente do Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais dos Estados e da União (CNPG), procurador-geral de Justiça do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS), Fabiano Dallazen, destacou a importância da união nesse momento e garantiu que, através do CNPG, seguirá mobilizando uma grande rede de apoio ao estado do Acre.

“O Ministério Público brasileiro está unido para auxiliar no enfrentamento à grave crise pela qual passa o estado do Acre, reforçando a campanha de doação promovida pelo MPAC e pelo Tribunal de Justiça daquele estado. A soma da pandemia com o surto de dengue e enchentes, além da questão referente à migração, trazem impactos graves à população e problemas de grande complexidade às autoridades. Por isso, é importante a solidariedade de todos e a união de esforços a fim de auxiliar no enfrentamento da crise e garantir algum amparo material às famílias atingidas”, disse o presidente do CNPG.

Além da Campanha “SOS Acre”, a procuradora-geral de Justiça do MPAC, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, reativou o Grupo Especial de Apoio e Atuação para Prevenção e Resposta a Situações de Emergência ou Estado de Calamidade Devido à Ocorrência de Desastres (GPRD) do MPAC. Cada regional do estado está sendo assistida pelos Promotores de Justiça que coordenam as ações do GPRD nas cidades atingidas pelas águas.

“O MP do Acre está empreendendo uma verdadeira força-tarefa para prestar apoio à população nesse momento. Nossa gratidão às centenas de pessoas e instituições que nos auxiliam. Gratidão ao Ministério Público brasileiro pela mobilização, aos meus colegas procuradores e procuradoras-gerais de Justiça, pela sensibilidade a essa situação e pela união em prol da ajuda e solidariedade a milhares de pessoas do nosso estado”, agradeceu a PGJ.

Outros parceiros e apoiadores

A campanha “SOS Acre” conta com a parceria do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC). Diversos artistas e personalidades públicas que fizeram coro na divulgação da campanha, entre eles, a escritora de novelas Glória Perez, DJ Alok, Luciano Huck, Preta Gil, Ana Moser, a acreana Gleici Damasceno, o jornalista Rene Silva, coordenador do “Voz das Comunidades”, entre outros.

A campanha também ganhou outros apoiadores, como: Tribunal Regional do Trabalho da 14ª região (Rondônia e Acre), Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 14ª Região (Amatra14), o Sindicato dos Servidores da Justiça do Trabalho de Rondônia e Acre (Sinsjustra), Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (ANAMATRA).

As quatro batalhas que o AC enfrenta

Pandemia – Com mais de 50 mil casos confirmados e perto de mil mortes, a pandemia do coronavírus tem levado ao colapso o sistema de saúde local, com falta de leitos e médicos para atender a grande demanda, o que fez as autoridades retomarem o estado de alerta máxima.

Dengue – Soma-se a esse quadro a explosão no número de infectados por dengue, sobrecarregando ainda mais os serviços de saúde e seus profissionais.

Alagação – Além disso, as fortes e ininterruptas chuvas que castigam todo o estado neste período invernoso preocupam ainda mais. Com o transbordamento de rios e igarapés, algumas cidades já se encontram parcialmente submersas e milhares de famílias desabrigadas, a exemplo de Cruzeiro do Sul, Feijó, Tarauacá, Sena Madureira e a capital, Rio Branco.

Crise Migratória – Na fronteira com o Peru, a cidade de Assis Brasil vive uma crise humanitária envolvendo imigrantes retidos. Enfrentando dificuldades para abrigar essas pessoas, o município decretou estado de calamidade pública.

Para ajudar o Acre

As doações para a campanha podem ser feitas em dinheiro por transferência ou depósito bancário (Ag: 2359-0 / Conta Corrente: 14.300-6), ou (PIX: 63.589.899/0001-40). Em Rio Branco e no interior, o MPAC está recebendo alimentos, água potável, roupas e material de limpeza.

Pontos de coleta:

* Edifício-sede- Rua Marechal Deodoro, 472, Centro- Rio Branco
* Promotoria de Sena Madureira- Rua Monsenhor Távora, 415 – Centro
* Promotoria de Manoel Urbano- Rua José Francisco do Nascimento, 667- São José

Ana Paula Pojo – Agência de Notícias do MPAC

Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas