Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Cotidiano

MP do Acre lança campanha de conscientização sobre vacinação

Avatar

Publicado

on

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) lançou na manhã desta sexta-feira (29) a campanha “Vacinar: a melhor escolha”. A campanha tem como objetivo conscientizar e aumentar o conhecimento da população sobre a segurança das vacinas e contribuir para o crescimento da cobertura vacinal do estado do Acre.

A cerimônia de lançamento, realizada no auditório da instituição com o cumprimento de todos os protocolos de higiene e distanciamento físico dos presentes, foi transmitida ao vivo pelo canal do MPAC no YouTube.

Desenvolvida pensando em levar uma mensagem clara para a população sobre a necessidade e a importância da vacinação em massa, a campanha conta com peças para rádio e tv, cartilhas, cartazes, entre outras, que estão disponíveis no hotsite mpac.mp.br/vacinar.

A procuradora-geral de Justiça, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, destacou que o MPAC vem cumprindo a sua missão constitucional e tem sido um órgão essencial à sociedade durante a crise gerada pela pandemia. “Através do nosso gabinete de crise com atuação nas cinco regionais do estado, temos empreendido uma verdadeira força-tarefa em defesa da população. Essa campanha representa mais um braço desse trabalho incansável que estamos fazendo”, disse.

“A vacina é uma grande conquista que despertou novamente a esperança em nossos corações. E o MP do Acre vai usar a sua voz, o seu espaço e o seu trabalho para colaborar com esse momento tão importante para a humanidade”, acrescentou a PGJ.

Participaram também do evento o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom; o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Acre (Aleac), deputado estadual Nicolau Júnior; a secretária de Saúde do Estado, em exercício, Paula Augusta Maria de Faria Mariano; o secretário municipal de Saúde, Francisco Silva Lima; o titular da Promotoria Especializada de Defesa da Saúde, promotor de Justiça Glaucio Ney Shiroma Oshiro; o secretário-geral do MPAC, promotor de Justiça Rodrigo Curti; a coordenadora do Centro de Apoio Operacional de Defesa da Saúde, Pessoa Idosa e Pessoa com Deficiência, procuradora de Justiça Gilcely Evangelista de Araújo Souza; e o corregedor-geral do MPAC, procurador de Justiça Celso Jerônimo de Souza.

O promotor de Justiça Glaucio Oshiro lembrou que as vacinas disponibilizadas têm eficiência comprovada pela Anvisa e outros órgãos internacionais de validação, e que não haverá imunidade coletiva contra a covid-19 sem vacinação. Ele alertou também sobre o risco de surtos de doenças que já eram consideradas erradicadas.

“Há muito tempo não vivenciávamos surtos, por causa das vacinas, cujas taxas de cobertura eram mais de 90%. E hoje nós estamos em risco por conta das chamadas fake news. É uma preocupação de todos nós e essa talvez seja a grande luz dessa campanha do MPAC, jogar luzes sobre a necessidade de tratar de maneira séria e muito eficaz em relação à vacinação”, disse.

O prefeito Tião Bocalom ressaltou a preocupação com outras vacinas que deixaram de ser aplicadas na população. “É muito importante essa campanha do MPAC, não só pela vacina da covid-19, mas também pelas outras vacinas que são obrigatórias. Como salientou o promotor Glaucio, nossa cobertura vacinal despencou nos últimos anos e precisamos recuperar isso para evitar surtos de outras doenças”.

Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas