Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Geral

Rio Branco regride para bandeira laranja e comércio terá que reduzir atendimentos

Redação Folha do Acre

Publicado

on

Em coletiva sobre a classificação de risco realizada nesta sexta-feira, 22, pelo governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Saúde do Acre e o Comitê de Acompanhamento Especial (CAE) da Covid-19, foi anunciado que duas regionais do Acre tiveram regressão de bandeira, no caso Alto Acre e Baixo Acre.

Na regional do Alto Acre, foi regredido para a bandeira vermelha, com isso, estão proibidas as atividades na região não essenciais.

O que ocasionou a queda da bandeira foi piora em indicadores, houve piora no isolamento social, 3%, notificações de síndrome gripal em 38 %, além do aumento de 50% no número de óbitos. O número de leitos teve aumento de mais de 400%.

A regional do Baixo Acre e Purus, onde está Rio Branco, Capixaba, Acrelândia, Senador Guiomard, Porto Acre, Plácido de Castro, Bujari, Sena Madureira, Santa Rosa, Jordão, recebeu uma classifica pior, e passou da faixa amarela para a faixa laranja, o que aumenta o critério de funcionamento dos estabelecimentos comerciais, reduzindo a capacidade máxima de ocupação para 30%, e não mais de 50%, como na bandeira amarela.

A regional do Juruá não teve regressão de bandeira e se manteve na bandeira amarela. O isolamento social teve aumento de 7%, as internações subiram 10% e novos casos de Covid-19 aumentou em 120%.

Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas