Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Polícia

Poucas horas após parto prematuro, funcionária pública morre no Into vítima da covid

Redação Folha do Acre

Publicado

on

Uma agente comunitária de saúde de Plácido de Castro, morreu na noite desta quarta-feira (20), no Instituto de Traumatologia do Acre (Into), após dar à luz a um bebê que nasceu com 6 meses de gestação.

O site Ecos da Notícia divulgou que os médicos disseram que a funcionária pública estava internada com Covid-19 e morreu logo após o trabalho de parto. Os médicos que estavam de plantão conseguiram fazer o parto e pediram apoio de um médico do Serviço Avançado de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), pois no meio do procedimento para retirar a criança, a paciente acabou tendo um Parada Cardio Respiratória (PCR), que com ajuda do médico plantonista do Samu foi possível estabilizar, mas horas depois, a mulher acabou morrendo.

A criança foi conduzida para a Maternidade Barbara Heliodora, onde segue internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e recebe todos os cuidados necessários já que, por se tratar de um bebê ainda em fase de formação, já que nasceu com. Um médico disse que, como é uma criança de 6 meses de gestação, é um quadro muito delicado.

Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas