Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Manoel Urbano

Bebê de 7 meses engasgado é salvo por enfermeiro que chegava em casa de plantão no AC: ‘Desespero’

Kenedi Rodigues

Publicado

on

Pequeno Rael Rodrigues de Almeida estava brincando no andador quando se engasgou, nessa quarta-feira (6), em Manoel Urbano. O vizinho, que é enfermeiro, chegava em casa de um plantão de 24 horas, ouviu os pedidos de socorro e correu para ajudar.

A família do pequeno Rael Rodrigues de Almeida, de apenas 9 meses, passou um verdadeiro susto na manhã dessa quarta-feira (6) em Manoel Urbano, no interior do Acre. É que o bebê se engasgou enquanto brincava em seu andador.

Foram minutos de terror e desespero ao ver que o bebê estava sem ar e já ficando roxo. O pai Mazinho Nascimento, de 30 anos, conta que a criança estava com a mãe no momento do acidente e que não tinha nenhum brinquedo ou outro objeto que ele possa ter colocado na boca e se engasgado. Por isso, eles acreditam que tenha sido com a própria saliva.

Um primo do bebê, ao ver a situação, pegou o menino no colo e correu pela rua gritando. Foi quando o enfermeiro Hermerson Almeida, de 46 anos, que chegava de um plantão de 24 horas no hospital da cidade, ouviu os pedidos de socorro e não pensou duas vezes.

“Vi o rapaz correndo no meio da rua com a criança no colo e eu pedi para ele parar, entrar no meu carro e me dar o bebê. Ele estava asfixiado pelo engasgado. Fiz a manobra de primeiros socorros ainda no meio da rua, porque não dava tempo de chegar até o hospital e consegui socorrer a criança. Depois desse primeiro atendimento, levei para o hospital para uma avaliação mais detalhada pelo médico. Mas, graças a Deus deu tudo certo”, contou o enfermeiro.

Ainda segundo o pai, a criança chegou a ficar cerca de 4 a 5 minutos engasgada até ser socorrida pelo vizinho. O sentimento agora é de gratidão a Deus e ao enfermeiro, que estava na hora e local certo.

“A mãe dele na hora se desesperou e não sabia nem o que fazer, ficou muito nervosa. Foi um desespero total. Mas, deu tudo certo e ele está aqui cheio de saúde. Depois que o susto passou, o bebê ainda ficou foi rindo para o médico no hospital. Agradeci já muita gente que estava presente e ajudou a pedir pelo socorro, mas ainda vou na casa do enfermeiro agradecer pessoalmente, porque ele salvou a vida do meu filho”, disse o pai.

G1 AC

Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas