Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Opinião

2021: o ano do improvável tendo Frank Lima como secretário de Saúde e N. Lima presidente da Câmara

Coluna da Gina

Publicado

on

Parece filmes futuristas

O ano de 2021 começou parecendo aqueles roteiros de filmes futuristas em que a realidade é mega fantasiosa, improvável e estranha. Os rio-branquenses começaram o ano com os vereadores elegendo o velho xerife N. Lima como presidente da Câmara de Rio Branco e Frank Lima sendo nomeado secretário de Saúde de Rio Branco.

Controverso N. Lima

N. Lima é aquele vereador que volta e meia chama os estudantes da Ufac de maconheiros, faz arminha e usa um discurso antipetista pesado. É um cara de discurso retrógrado, porém autêntico e honesto até onde se conhece a biografia dele.

Bônus

A aliança feita para eleger N. Lima como presidente foi resultado de uma articulação não muito ortodoxa e que poderá resultar em uma continuidade do que foi a gestão passada com alguns bônus de surpresa.

Frank Lima, o inimaginável secretário de Saúde

Frank Lima, fiel escudeiro de Bocalom, mas sem qualquer sintonia com uma pasta de responsabilidade como a Secretaria Municipal de Saúde, foi nomeado titular da pasta. Frank Lima está para a Saúde assim como esta colunista está para Rainha da Inglaterra.

Despreparado, porém leal

Há dois fatos inegáveis na indicação de Frank Lima para a Saúde: ele não parece ter preparo para o cargo, e ele é fiel escudeiro de Bocalom tendo recebido seu justo quinhão no seu reino de vassalagem. Se fosse em Guerra dos Tronos diríamos que ele se tornou senhor de uma das casas mais importantes por se ajoelhar ao rei desde sempre.

Lealdade ao grupo

Alías, como bem disse Luiz Carlos Moreira Jorge, Bocalom foi extremamente leal ao seu grupo político, embora tenha sido notada a ausência de Waltinho, outro fiel escudeiro dele, no primeiro escalão.

Nabiha Bestene, do tempo da taboada e da palmatória

Há um custo em ser leal ao seu grupo e um deles é indicar pessoas que em tese estariam despreparadas ou ultrapassadas para assumir cargos importantes. A indicação de Nabiha Bestene para a Educação soou como algo ultrapassadíssimo. Com todo respeito à professora Nabiha, mas ela é do tempo da taboada e da palmatória.

Se espalhando

Alías, o reino dos Bestenes se espalha como grama verde em solo fértil. Eles estão em todos os lugares chaves de poder tanto no Estado quanto no Município.

Arthur Neto, competente e leal

Ainda com relação ao secretariado de Bocalom, ele foi extremamente feliz em ter apostado na competência de Arthur Neto para a Casa Civil e Planejamento. Melhor nome não poderia ser. Articulado, leal e extremamente inteligente.

Gladson Cameli

O governador Gladson Cameli promete exonerar algumas centenas de pessoas no próximo mês. Óbvio que o clima de terror deixa a todos os comissionados com os nervos à flor da pele.

Bom dia a todos

Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas