Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Política

Gladson e Bocalom garantem parceria para o fortalecimento do agronegócio

Avatar

Publicado

on

Proprietário de três fazendas no Acre, com mais de 3 mil hectares de plantação variadas entre soja e milho, além da criação de gado, o empresário acreano e produtor rural, Jorge Moura, recebeu na tarde deste domingo, 20, o governador do Acre, Gladson Cameli, na fazenda Campo Esperança, localizada no município de Senador Guiomard.

O empresário também promoveu o encontro com o prefeito eleito de Rio Branco, Tião Bocalom, e os senadores Mailza Gomes e Sérgio Petecão. O objetivo, segundo ele, é incentivar a aliança entre poderes, a fim de trabalharem unindo esforços para continuar promovendo o fortalecimento da produção rural.

Focado em manter o desenvolvimento e o fortalecimento do agronegócio como prioridade para os próximos dois anos de gestão, o governador foi ouvir de perto os principais gargalos e entraves ainda encontrados pelo produtor rural, garantindo de forma otimista a continuidade do incentivo à produção e a segurança jurídica.

“Após dois anos de governo, podemos ver o resultado de que estamos no caminho certo e cumprindo nossas promessas de campanha. Diminuímos a burocracia, deixamos o produtor rural trabalhar, gerando emprego e renda. Vim para ouvir de perto sobre o que podemos melhorar, pois acredito que ainda há muito o que fazer e não sairemos do lugar se não dermos o primeiro passo para que pessoas que acreditam no nosso estado estejam cada vez mais motivadas a investir”, afirmou Gladson Cameli.

Durante o encontro, o prefeito eleito de Rio Branco, Tião Bocalom, garantiu a parceria com o governo do Estado para continuar levantando a bandeira do agronegócio. Ele se colocou à disposição para ajudar com a manutenção dos incentivos de produção, orientação jurídica e atração de investidores.

“O Acre é estrategicamente uma terra favorável à produção e temos potencial para desenvolvê-la, e me coloco à disposição para ajudar o governo com o fortalecimento do agronegócio, que é uma bandeira nossa desde o princípio e podemos nos unir para o bem comum. Tenho certeza que de mãos dadas poderemos tirar esse atraso que temos hoje, trazido por políticas anteriores. O produtor rural também pode contar meu apoio”, finalizou Bocalom.

Até uma época atrás, o produtor era perseguido por plantar um hectare de soja, era problema atrás de problema e hoje temos uma imensidão de plantações, podendo ter a chance de exportar para países como a China. E essa integração entre os poderes é importante para o nosso fortalecimento, por isso fiz questão de promover esse encontro, incentivando a deixar de lado somente a política para lutarem todos a favor de uma causa: o desenvolvimento”, destacou o empresário Jorge Moura.

Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas