Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Cotidiano

Prêmio Jorge Said de Comunicação: reconhecendo a importância do jornalismo de qualidade da imprensa de Rio Branco

Avatar

Publicado

on

Lançado em dezembro de 2018, na gestão da prefeita Socorro Neri, o Prêmio Jorge Said de Comunicação é sucesso desde sua primeira edição, realizada em dezembro de 2018 premiando os melhores trabalhos inscritos nas categorias Jornalismo Impresso, Telejornalismo, Radio jornalismo, Web jornalismo, Fotojornalismo e Destaque Acadêmico para os estudantes de Jornalismo.

O propósito é incentivar a produção de material jornalístico que tenha como tema central políticas públicas no âmbito do Município de Rio Branco com abordagens nas questões pertinentes ao processo de desenvolvimento social, socioambiental, socioeconômico e sustentável.

O nome do prêmio é uma homenagem ao jornalista e apresentador de TV Jorge Said, natural de Cruzeiro do Sul, onde começou a trabalhar na imprensa, e depois mudou-se para Rio Branco. Aos 16 anos, já morando na capital do Acre, começou a trabalhar como jornalista em uma rádio. Em seguida passou a atuar como repórter e apresentador na TV Acre, TV Diocese, TV 5, TV Gazeta, TV Rio Branco e Rede Vida. Said faleceu em 2015, após sofrer quatro paradas cardíacas, decorrentes de outros problemas de saúde, deixando de luto a imprensa e parte da sociedade acreana.

O Prêmio Jorge Said de Comunicação, desde que foi lançado teve presenças ilustres e importantes do jornalismo nacional. Os jornalistas Fábio Gusmão e Vinicius Dônola na primeira edição e a participação de valorosos jornalistas da imprensa local. Na segunda edição o jornalista Francisco José, da rede Globo, conhecido nacionalmente por suas reportagens especiais, foi o convidado do evento.

A repórter do Fantástico Sônia Bridi que viria para participar se não fosse a pandemia, participar dessa vez de forma virtual, numa fala por vídeo.

A terceira edição será hoje, sexta-feira, 18, a partir das 19 horas no auditório da Uninorte. A premiação será transmitida pelo YouTube e outras plataformas digitais da prefeitura pelas redes sociais.

Este ano, será uma edição especial com homenagens “in memorian” a alguns jornalistas também conhecidos, respeitados e queridos pela categoria como Ivan Cláudio, Tião Vitor, Giovanni Acioly, Naylor George e Val Sales, falecidos recentemente.

O evento será aberto somente para imprensa e familiares dos homenageados, devido à pandemia de Covid-19.

Nas edições do prêmio Jorge Said a prefeita Socorro Neri já homenageou o jornalista Silvio Martinello, a radialista Nilda Dantas e os empresários de comunicação, in memorian, Roberto Moura e Phellipe Daou.

Simone Oliveira, da TV5, venceu na categoria Telejornalismo com a matéria “Vivendo a melhor idade”, cuja reportagem mostrava as políticas de atenção à pessoa idosa desenvolvidas pela Prefeitura de Rio Branco.

O vídeomaker Kennedy Santos, do site de notícias AC24Horas, foi o premiado na categoria Web jornalismo com a reportagem “A dengue bate à sua porta”, por meio da qual mostrou os arrastões de prevenção e combate ao mosquito Aedes Aegypti, realizados pelas equipes de agentes de endemias da Prefeitura de Rio Branco.

O prêmio de Destaque Acadêmico foi para a matéria “A pobreza nossa de cada dia”, pulicada na revista acadêmica A Catraia, do curso de Jornalismo da Universidade Federal do Acre (Ufac), que teve como base os números da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Sasdh). Os autores eram só alegria.

Na categoria Rádio Jornalismo foi vencedora a matéria do jornalista Tião Maia sobre o “Desafio Verde”, lançado pela Prefeitura de Rio Branco no mês de novembro para estimular a população a plantar árvores e mudas com o objetivo de contribuir com o paisagismo e arborização da cidade.

 

Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas