Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Geral

Restaurantes e igrejas reagem a qualquer tentativa de retrocesso à abertura por conta de nova onda de Covid

Redação Folha do Acre

Publicado

on

Comerciantes e religiosos refutam a possibilidade de ser declarada regressão para a faixa laranja com retorno à proibição de atividades dessas suas áreas na capital.

O representante da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) no Acre, Lucas Profeta, afirmou que a categoria empresarial não pode aparecer como culpada do aumento de casos de Covis. Disse que protocolo que os restaurantes têm hoje passa segurança aos clientes. Que os números estavam estabilizados e diminuindo até a segundo quinzena de agosto, creditando a nova onda da doença às atividades da campanha política.

A Liga das Igrejas Evangélicas do Acre divulgou uma nota de repúdio às declarações do médico infectologista Thor Dantas e de outros profissionais sobre a responsabilidade das igrejas, A nota afirma que “Com todo o respeito que temos pelo conceituado profissional, não podemos nos calar diante de uma declaração grave, emitida em cima de “achismos”, sem nenhum tipo de comprovação científica, e contrária a tudo que os fatos e os dados demonstraram, desde a abertura das igrejas”.

A nota lembra que as igrejas foram declaradas de utilidade pública por lei estadual. “ Um dado que tranquiliza todos os pastores e a comunidade evangélica acreana, é o de que desde a abertura dos templos, os números da Covid-19 não cresceram. Ao contrário, em setembro, mais de um mês após a volta dos cultos presenciais, os casos de contaminação haviam diminuído consideravelmente”, diz a nota.

Com informações A Tribuna

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas