Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Polícia

Dupla que matou jovens em velório é condenada a mais de 95 anos de prisão

Redação Folha do Acre

Publicado

on

Denunciados foram julgados por Júri Popular na Vara Única da Comarca de Porto Acre. Eles foram sentenciados por homicídio qualificado e tentativa de homicídio.

O Juízo da Vara Única da Comarca de Porto Acre realizou Júri Popular do caso de dois homens que cometeram os crimes de homicídio qualificado por requinte de crueldade e emprego de recurso que dificultou a defesa de duas vítimas, assim como, tentativa de homicídio de uma terceira pessoa. Dessa forma, os dois acusados foram sentenciados a penas que somam mais de 95 anos de reclusão.

Os crimes aconteceram no dia 18 de janeiro de 2019, na Vila do Incra. Conforme os autos, os denunciados usaram faca e terçado para matarem duas pessoas e tentaram assassinar uma terceira vítima, que não faleceu, mas por conta das lesões precisou amputar a mão direita.

O julgamento foi conduzido pela juíza de Direito Ivete Tabalipa e durou 14 horas. Esse foi o primeiro Tribunal do Júri realizado na Comarca de forma mista, por meio de videoconferência e o restante foi ouvido presencialmente, e contou com a participação do promotor de Justiça e algumas testemunhas.

Após o Conselho de Sentença considerar os réus culpados, a magistrada realizou a dosimetria das penas privativas de liberdade. Um dos envolvidos nos crimes deverá cumprir 40 anos, sete meses e 15 dias de reclusão e o segundo réu foi sentenciado à 54 anos, 10 meses e 15 dias de reclusão. Ambos devem iniciar o cumprimento da pena em regime fechado.

Na sentença, a juíza Tabalipa discorreu sobre as circunstâncias agravantes do caso, pois os crimes foram cometidos em meio aos “(…) familiares que estavam em um velório, e em frente do filho”.

Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas