Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Polícia

Suposta envolvida em morte de policial penal anuncia que mudou de facção

Redação Folha do Acre

Publicado

on

Uma mulher suspeita de envolvimento na morte do policial penal Humberto Furtado, de 29 anos, assassinado em agosto de 2017, no município do Bujari, no interior do Acre, aparece em vídeo dizendo que mudou de facção criminosa, largando o Bonde dos 13 e passando a integrar o Comando Vermelho.

Humberto foi morto no Ramal da Sanacre, e teve a morte estampada nos principais jornais do estado na época do fato. O servidor público morava no ramal e vinha para Rio Branco trabalhar nos dias de plantão. A arma do policial desapareceu após o crime.

Como avaliou colegas de Humberto, a morte do policial penal pode ter sido retaliação após o jovem Themisson Nogueira do Nascimento, de 19 anos, ter sido morto enquanto tentava roubar outro policial penal no bairro Triângulo, em Rio Branco, dias antes da morte de Humberto.

Segundo informações de investigadores da Polícia Civil, a mulher que aparecer no vídeo seria uma das duas menores, `a época, apontadas como ajudantes no crime. Ela chegou a ser internada no ISE. A segunda acusada foi liberada por falta de provas.

Notícias da Hora

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas