Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Polícia

Acusado de matar deficiente mental é visto andando livremente pelas ruas de Acrelândia

Redação Folha do Acre

Publicado

on

O homem acusado de matar uma mulher deficiente mental na cidade de Acrelândia, na última sexta-feira (18) não foi preso, não se apresentou na delegacia e segue andando tranquilamente pelas ruas da cidade acreana. A informação foi repassada por moradores de Acrelândia.

Segundo os moradores, o principal acusado de matar a jovem Milena da Silva Ferreira, 22 anos, que foi assassinada com uma facada em um bar da cidade, segue andando tranquilamente pelas ruas de Acrelândia.

Sem mandado de prisão preventiva, o homem foi visto caminhando na tarde de sábado (19), um dia após o homicídio.

O acusado era companheiro da vítima e por motivos de ciúme teria matado Milena. O crime causou comoção na cidade e os moradores cobram a prisão do principal suspeito.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas