Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Política

Gladson fala sobre novos concursos, pandemia e reforça compromisso com acreanos

Avatar

Publicado

on

Em entrevista ao programa Cidadania nesta sexta-feira, 18, apresentado pelo jornalista Jairo Carioca na Rádio Aldeia, e transmitido em rede estadual de rádio pelo Sistema Público de Comunicação, o governador Gladson Cameli reforçou seu compromisso com a população acreana ao longo de um ano e nove meses de gestão.

Gladson relembrou o caos administrativo encontrado quando assumiu o governo estadual. E citou que ao longo dos seis meses desde a primeira confirmação de casos de Covid-19 no Acre, o Estado tem feito todo o possível para dar as melhores condições de atendimento para a população acreana.

“Passou um filme na minha cabeça. Desde o início dessa pandemia, temos feito tudo que está ao nosso alcance. E, mesmo com toda a limitação financeira do Acre, conseguimos entregar dois hospitais, prontos para uso. Espero que a vacina para essa doença saia o mais rápido possível, para que possamos virar essa página. Estou com a consciência tranquila de ter feito o meu melhor”, enfatizou.

Ainda falando a respeito da área de saúde pública, Cameli agradeceu a colaboração da imprensa na divulgação dos dados a respeito da Covid-19. E disse que aprendeu muito com toda a situação. “Minhas concepções de vida mudaram. Precisamos valorizar ainda mais as pessoas. E aproveito para me solidarizar com todos que perderam pessoas amadas. É uma situação muito delicada, mas tenho fé em Deus que iremos vencer tudo isso, com muita dignidade e certeza de dias melhores”.

Concursos públicos

O governador falou ainda sobre concursos públicos, esclarecendo que o Estado tem necessidade de mais profissionais em diversos setores da administração. Em setembro foram convocados mais de 300 professores e nesta quinta-feira, 17, o governo do Estado anunciou a contratação de mais de 200 policiais civis.

“Nós temos contado com uma equipe muito boa na Secretaria de Planejamento e Gestão. E temos feito um esforço muito grande para convocar todos esses profissionais e somá-los ao quadro do Estado. Temos economizado em todas as esferas possíveis para ter os profissionais de que tanto precisamos, seja por meio de renegociação de dívidas da gestão passada ou economizando nos mínimos detalhes. Não existe mágica, o que existe é o compromisso pelo bem comum”, esclareceu o governador.

Segurança Pública

Cameli falou sobre o importante e necessário trabalho feito pelo Grupamento Especializado em Fronteira (Gefron), que tem atuado no combate aos ilícitos transfronteiriços, principalmente o tráfico de drogas e armas. O foco do Gefron é nas áreas de fronteira com a Bolívia e o Peru.

“Temos respeitado as instituições e, como já disse, estou fazendo o que posso para proporcionar melhores condições de trabalho a esses guerreiros que atuam na segurança pública. Pessoas que se dedicam diariamente a proteger vidas”, disse Cameli.

Gladson relembrou a entrega de viaturas e equipamentos para municípios do Alto e Baixo Acre, Juruá e Purus. “Temos feito um alto investimento nas forças policiais, para que possamos garantir o direito de ir e vir da população”, disse.

Educação

Ao responder uma pergunta sobre a boa colocação do Estado do Acre no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) pelo segundo ano seguido, em que o estado foi líder na região Norte entre as séries iniciais do ensino fundamental, que vai do 1º ao 5º ano, Cameli agradeceu a toda equipe da Secretaria de Educação, por meio do secretário Mauro Sérgio Cruz, por tamanha dedicação à educação pública.

“O que move o meu otimismo é que eu gosto de desafio e vejo que nossa equipe de governo tem entendido o recado. Este Estado não pertence a mim. Eu não serei governador eternamente. Mas enquanto estiver sentado na cadeira de governador eu darei o meu melhor pelas nossas crianças, pelos nossos jovens. Nós inserimos neste ano duas refeições, fardamento, reformamos diversas escolas. Por isso, eu repito que, quando há participação de todos e boa vontade, as coisas podem melhorar”.

Meio Ambiente

“Tolerância zero para as pessoas que têm provocado queimadas. Por isso o Estado montou uma força-tarefa para combater queimadas urbanas, com destaque para a cidade de Rio Branco. Mas, além disso, precisamos da conscientização das pessoas. Sempre disse que era a favor da geração de emprego e renda por meio do agronegócio, mas eu nunca disse que era a favor da destruição do meio ambiente. Muito pelo contrário. Eu acredito que a floresta é a nossa vida. E por isso precisamos preservá-la”, disse Cameli.

O governador comentou ainda a respeito das diversas ações do Estado para a preservação do meio ambiente. Ações que vão desde a criação do Comitê integrado de ações de Meio Ambiente, com acordo de cooperação técnica interinstitucional para facilitar a logística nas missões nas unidades de conservação, bem como o estabelecimento do Centro Integrado de Geoprocessamento e Monitoramento Ambiental.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas