Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Política

Gladson abre curso que capacitará agentes de Segurança Pública do Acre

Avatar

Publicado

on

O governador Gladson Cameli fez a abertura da aula inaugural do Curso Operacional Integrado (COI), na manhã desta sexta-feira, 11. A capacitação contemplará mais de 4 mil profissionais da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) e Instituto Socioeducativo (ISE). Além de inédita, a iniciativa sela um marco histórico na área da Segurança Pública e demonstra o respeito e a valorização do governo do Estado pelos servidores públicos acreanos.

Em suas palavras, Gladson reafirmou seu compromisso e admiração pelos aguerridos agentes de segurança. O gestor destacou ainda os investimentos que estão sendo feitos para melhorar as condições de trabalho, bem como assegurar o firme enfrentamento contra a criminalidade.

“Uma Segurança Pública forte se faz com profissionais motivados, capacitados e com todo o aparato necessário. Desde o início da nossa gestão, temos trabalhado muito para garantir o melhor para esses guerreiros, que tanto estimo e faço questão de elogiá-los sempre que posso. Já contratamos novos policiais, adquirimos novas viaturas, fardamento, pagamos gratificações e continuaremos em busca de novos investimentos”, declarou Cameli.

Cumprindo agenda no Acre, o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, elogiou a determinação do governo acreano em qualificar os integrantes das forças estaduais de segurança. “Este programa é muito importante para que melhores resultados sejam produzidos pelos profissionais e, consequentemente, quem ganha é a população”, frisou.

Governo investirá mais de R$ 1,8 milhão na capacitação de servidores da Segurança Pública
Com um total de 60 horas, o Curso Operacional Integrado será ministrado nos níveis estratégico, tático e operacional com disciplinas voltadas para o exercício de funções específicas das atividades de Segurança Pública. Os profissionais serão capacitados nas seguintes áreas: Abordagem a veículos e pessoas (10 horas); Armamento, munição e tiro (30 horas); Técnica de uso de algema (5 horas); Sobrevivência policial (10 horas); e palestras (5 horas).

De acordo com o secretário de Justiça e Segurança Pública, Paulo Cezar Rocha dos Santos, o investimento por parte do governo acreano em seus servidores ultrapassa R$ 1,8 milhão. O objetivo, de acordo com o gestor, é que este tipo de treinamento seja realizado a cada dois anos.

“Garantir a qualificação dos nossos servidores foi uma prioridade nossa desde que assumimos a Secretaria de Justiça e Segurança Pública. Queremos estabelecer, de agora em diante, iniciativas como esta para que possamos melhorar, cada vez mais, a qualidade dos nossos policiais e agentes de segurança, para que possamos transformar a realidade local”, pontuou.

O curso será realizado, preferencialmente, no Centro Integrado de Ensino e Pesquisa em Segurança Pública (Cieps) e ocorrerá semanalmente, com no mínimo duas turmas de 30 alunos, pelo prazo de um ano, podendo ser prorrogado, em caso de necessidade.

Para o diretor-presidente do Iapen, Arlenilson Cunha, o treinamento em conjunto entre as instituições será fundamental para aperfeiçoar o conhecimento dos profissionais. “Esse curso simboliza a integração e qualificação de todos os agentes de Segurança Pública. O governo faz um investimento muito alto no aperfeiçoamento do intelecto e operacional dos nossos policiais”, disse.

Já o diretor-geral da Polícia Civil, delegado Josemar Portes, ressaltou o afinco do governo estadual, por meio da Sejusp, para a realização do curso operacional. “As forças de segurança precisam, cada vez mais, estar capacitadas e este aperfeiçoamento precisa ser continuado, esforço que vem sendo feito pela Secretaria de Segurança Pública. A Polícia Civil contribui com o fornecimento de instrutores e o público-alvo para que possamos prestar um serviço adequado à demanda criminosa”, argumentou.

O evento realizado no auditório da Biblioteca Pública Estadual, em Rio Branco, contou com a presença do secretário da Casa Civil, José Ribamar Trindade; do comandante-geral da Polícia Militar do Estado do Acre, coronel Paulo César Gomes; do comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Carlos Batista; do diretor-presidente do Instituto Socioeducativo, Rogério Silva; e agentes de segurança pública.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas