Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Polícia

Crimes bárbaros: cinco cadáveres são encontrados em menos de 24 horas no Acre

Redação Folha do Acre

Publicado

on

A população acreana ficou bastante assustada neste final de semana. Em menos de 24 horas, cinco corpos foram encontrados em vários pontos do estado.

O primeiro corpo foi encontrado às 22h do sábado (5), em um ramal no km 93 da BR-317, entre os municípios de Senador Guiomard e Boca do Acre (AM).

O segundo foi encontrado durante a madrugada de domingo (6), em uma área de mata no km 1 do Ramal Porto Alonso, no município de Porto Acre.

Segundo informações da polícia, o corpo foi encontrado por moradores da região que sentiram um odor forte vindo da área de mata e acharam o cadáver jogado a cerca de 10 metros das margens do ramal.

O terceiro corpo achado em menos de 24 horas foi o Rosiane Martins Cavalcante, de 26 anos. Ela foi encontrada morta com marcas de asfixia mecânica, na manhã deste domingo (6), na Travessa Juscelino Kubitschek, no Bairro Vitória, em Rio Branco.

Segundo informações da polícia, a mulher estava desaparecida desde a última sexta-feira e foi encontrada morta dentro de uma cisterna na própria casa. A mãe da vítima disse à polícia que a Martins era garota de programa e morava com um foragido da Justiça, que seria o principal suspeito de efetuar o crime.

O quarto cadáver encontrado foi de um jovem ainda não identificado, na noite de domingo (6). O corpo do rapaz estava dentro de uma piscina em uma associação desativada na Estrada Alberto Torres, no Bairro da Paz, em Rio Branco.

Segundo informações da Polícia Militar, o corpo foi encontrado por populares. A perícia constatou que o jovem estava na piscina há apenas um dia. O rapaz estava vestido com uma camisa preta e calças, e seu corpo apresentava marcas de perfurações, indicando que ele foi assassinado.

Já quinto cadáver foi encontrado no final da tarde de domingo (6), em uma área de mata em um ramal no km 55 da BR-364, no sentido Plácido de Castro.

Agentes do Instituto Médico Legal (IML) estiveram em todas as ocorrências e removeram os corpos para exames.

Todos os casos estão sob investigação da Polícia Civil do Acre.

ContilNet

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas