Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Cruzeiro do Sul

Secretário adjunto de Saúde de Cruzeiro do Sul morre vítima de coronavírus

Redação Folha do Acre

Publicado

on

Faleceu na manhã desta quarta-feira (2) vítima de coronavírus o secretário adjunto de Saúde de Cruzeiro do Sul, Roberto Holanda.

Ele estava internado em uma UTI do INTO, em Rio Branco, e não resistiu às complicações causadas pela doença. A informação foi confirmada por familiares.

Holanda, que chegou a ter 80 % dos pulmões comprometidos pelo coronavírus, foi transferido de Cruzeiro do Sul para Rio Branco a cerca de um mês, onde recebia acompanhamento médico e buscava se recuperar do vírus.

Na última segunda-feira, 1, o INTO de Rio Branco, onde Roberto estava internado, chegou a noticiar a morte, mas horas depois foi informado que havia ocorrido um erro por parte da instituição.

O prefeito afastado Ilderlei Cordeiro, que nomeou Roberto para a pasta da Saúde, lamentou o falecimento.

Confira abaixo o texto publicado por Ilderlei nas redes sociais:

Infelizmente recebi hoje a confirmação desta notícia tão triste da morte do amigo Roberto Holanda. Externo meu mais profundo voto de pesar a todos os familiares, aos amigos e para nossa cidade, diante da perda deste grande profissional. Foi uma honra ter conhecido o Roberto, desde a infância, estudamos juntos, e sempre se destacou por ser muito atento, dedicado e organizado. Cruzeiro do Sul e a gestão perdem um grande profissional. Como prefeito nomeei o Roberto na área de análise de planejamento e depois como Secretário Adjunto, onde ajudou a desbravar várias questões ligadas a saúde.

Foi o Roberto que desenvolveu o Projeto da Saúde Fluvial, ajudando na aquisição dessa nova unidade, nos ajudou a montar o Centro de Diagnóstico, o Centro de Especialidade, o Projeto Anjos do Socorro, dentre inúmeros outros projetos de grande relevância para sociedade. Meu amigo deixará muitas saudades, e para homenagear ele, crendo que voltarei ao mandato, darei o nome dele para o Centro de Especialidade, para honrá-lo, por tudo que fez pela cidade e pela saúde de todo Juruá.

Roberto deixou um grande currículo de dedicação, empenho e amor pela causa da saúde. Antes de partir, eu conversava muito com Roberto sobre as coisas de Deus, as mudanças em nossas vidas, e ele disse que queria entregar a vida dele ao Senhor Jesus, e para glória de Deus ele fez isso antes de entrar na UTI. Tenho certeza que hoje o meu amigo esteja nos braços do nosso Pai e que um dia nos encontraremos novamente.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas