Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Política

Lei do Gás não beneficiará o Acre nem reduzirá o preço do gás de cozinha, diz Jesus Sérgio

Avatar

Publicado

on

O deputado afirma ainda que não podia votar a favor de um projeto que exclui a Região Norte

O deputado federal Jesus Sérgio (PDT), visando defender a população do Acre, votou contra o Projeto de Lei 6.407/2013, chamado de Lei do Gás. Este PL beneficia somente a indústria localizada no Centro-Sul do Brasil, onde estão localizados os gasodutos.

Além disso, a proposta não estabelece uma política de preços capaz de garantir que o gás natural tenha a redução do valor, em um futuro próximo, e que chegue até a população que de fato consome o gás de cozinha.

O projeto de lei também não cita nenhuma obrigação de expansão dos gasodutos para o Norte, e por isso, o deputado Jesus Sérgio junto com a bancada do PDT procuraram o relator do projeto, para favorecer estados do Norte e famílias que consomem gás de cozinha, no entanto, não houve acordo.

“Votei contra este projeto porque não beneficiará o trabalhador acreano que paga caro pelo gás de cozinha. Este PL é apenas para as indústrias, e tem um agravante, pois a matéria beneficia apenas as empresas que estão localizadas no Centro-Sul do Brasil. Excluíram a Região Norte. Como posso votar num projeto que não valoriza as empresas do meu Estado?”, questionou o parlamentar.

Jesus Sérgio também cita outras falhas no texto da Lei do Gás, aprovado na última terça-feira (1º), na Câmara dos Deputados. “Concordamos que é necessário a construção de uma nova malha de gasodutos, porém, falta no texto o compromisso de uma contrapartida para a realização de investimentos em regiões onde não há uma demanda imediata de gás natural ou viabilidade econômica para a construção de gasodutos”, afirmou o deputado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas