Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Política

Sesacre aproveita pandemia para dispensar licitação e gastar mais de R$ 6 milhões com terceirizadas

Gina Menezes

Publicado

on

A Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) contratou, pela modalidade de dispensa de licitação, aproveitando o momento de emergência sanitária imposta pela pandemia da Covid-19, duas empresas para terceirizar mão de obra. O valor destinado às empresas ultrapassa R$ 6 milhões de reais.

Uma das contratadas, a Norte-Centro de Distribuição de Mercadorias em Geral Ltda, está sendo contratada pelo valor de R$ 3.370.362,30 milhões de reais para fornecimento de mão de obra que vai desde copeiro a porteiro. A segunda empresa, a Maia e Pimentel Serviços e Consultoria Ltda-EPP, foi contratada por R$ 3.165,319,72 milhões de reais para fornecimento de mão de obra que vai de cozinheiro a auxiliar de cozinha.

As duas empresas são velhas conhecidas das licitações no Acre, tendo abocanhado sempre contratos grandes. A Maia e Pimentel, se observada as atividades comerciais, abrange desde locação de mão de obra terceirizada, passando por edificação de prédios até consultoria em publicidade. Oferece do ‘alfinete ao foguete’, como se dizem os especialistas de licitação. O mesmo dinamismo de atividades comerciais é oferecido pela segunda agraciada pela Sesacre, a Norte-Centro de Distribuição de Mercadorias em Geral Ltda.

Os contratos assinados pelo secretário Estadual de Saúde, Alysson Bestene, tem duração de 6 meses podendo ser prorrogado por tempo igual e ambos usam recurso de fonte 400, beneficiando-se do momento de pandemia.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas