Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Política

Acordo com Bittar poderá colocar Gladson e Nicolau em palanques diferentes em Cruzeiro

Gina Menezes

Publicado

on

Um acordo político costurado nos bastidores da política acreana, traçado entre o governador Gladson Cameli e o senador medebista Márcio Bittar, poderá resultar em um racha entre as duas maiores forças políticas do estado e até mesmo um racha familiar, haja vista que Cameli poderá apoiar o MDB que brigará com a candidatura progressista de Zequinha Lima que conta com a benção e total apoio de Nicolau Junior, cunhado do governador.

A nova configuração política a ser implantada no Juruá e traçada em Rio Branco poderá colocar Nicolau Junior, presidente da Assembleia, e seu mentor político e cunhado, Gladson Cameli em palanques opostos e em confronto direto.

“Se fizeram acordo na capital não tem porque seguirmos aqui em Cruzeiro do Sul. Aqui teremos candidatos próprio e nosso vice é Henrique Afonso, do PSD”, declarou Nicolau à Folha do Acre na manhã de quarta-feira (26).

De outro lado, o governador Gladson Cameli segue firme e comprovou que está mesmo afastado do PP ao anunciar apoio à candidatura majoritária de Fagner Sales à Prefeitura de Cruzeiro do Sul.

Segundo fontes ligadas ao governador, na última semana, Cameli hipotecou apoio ao MDB através de conversa com o senador Márcio Bittar. Ao que tudo indica Cameli cederá aos apelos de Bittar e ficará em outro palanque na capital dos Náuas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas