Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Política

Gladson busca parceria com a Rússia para Acre receber vacina contra Covid-19

Redação Folha do Acre

Publicado

on

O governador pediu apoio ao governo russo no combate à pandemia e convidou empresários daquele país a investirem no Acre

Uma parceria que poderá render frutos para o desenvolvimento do Acre teve início nesta segunda-feira, 24, durante encontro do governador Gladson Cameli com o embaixador da Rússia, Sergey Akopov, na sede da embaixada, em Brasília. Gladson Cameli, acompanhado do representante do Acre em Brasília, Ricardo França, pediu inicialmente o apoio da Federação Russa para o controle do coronavírus através da produção de vacinas e solicitou um intercâmbio com empresas russas para futuros investimentos no Estado do Acre.

Cameli explicou ao embaixador Akopov as peculiaridades do Acre como estado fronteiriço com dois países (Peru e Bolívia) e a falta de estrutura para atender a sua população e as populações fronteiriças que buscam auxílio do lado acreano. O governador ressaltou ao embaixador suas expectativas com relação à Rússia, por ser um dos primeiros países a ter uma vacina contra o coronavírus, em teste.

Sergei Akopov disse que a Rússia está produzindo um lote inicial de vacinas para serem aplicadas nos trabalhadores das áreas de saúde e educação, com idades entre 18 e 60 anos. Em seguida será fabricada em larga escala a vacina para o restante da população da Rússia e, possivelmente, outros países.

Akopov frisou a Cameli que o Fundo de Investimentos Diretos da Rússia, uma espécie de BNDES brasileiro, está buscando parceria com governos de estados brasileiros e iniciativa privada para que a tecnologia de confecção da vacina seja aplicada para produção da vacina no Brasil. “Na América do Sul, o Brasil é o país com mais condições industriais para produção da vacina com a tecnologia da Rússia”, disse Sergei.

O maior problema para que essas parcerias tenham início é a liberação oficial da Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária e o Ministério da Saúde. Nesse aspecto, o governador disse que irá procurar as autoridades competentes para interceder pela aprovação desses protocolos.

Gladson Cameli também disse que pretende fazer uma conversa junto aos governadores da Bahia e do Paraná (os principais articuladores com a Rússia) para que as tratativas sejam feitas em um bloco de governadores, o que facilitará as negociações.

Investimentos russos no Acre

Gladson Cameli também se colocou à disposição dos empresários russos que tiverem interesse em investir no Acre. O governador disse, ainda, ao embaixador Sergei Akopov que a Amazônia possui um leque imenso de oportunidades empresariais e que “o Acre está de braços abertos para novas ideias de desenvolvimento”.

O governador convidou o embaixador e sua equipe a fazerem uma visita ao estado do Acre para verem de perto o potencial econômico da região. Cameli ressaltou a saída pelo Pacífico através do porto de Illo, no Peru, o que encurta a viagem até a Ásia em pelo menos uma semana.

Sergei se dispôs a colocar os membros do Fundo de Investimentos Diretos (FID) em contato direto com o governador Gladson, já que a maior parte dos investimentos na área empresarial conta com a liberação por parte do fundo.

Secom

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas