Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Polícia

Calegário cobra da SEE pagamento dos terceirizados que estão até 3 meses sem receber

Redação Folha do Acre

Publicado

on

O deputado estadual Fagner Calegário (sem partido), eleito com apoio do público terceirizado, participou de uma reunião nesta segunda-feira, 24, na Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte – SEE, que tratou sobre o atraso do pagamento às empresas que têm contrato ativo com a Secretaria de Educação.

Com empresas a mais de 3 meses sem receber, o atraso de salários e demissões são uma realidade certa aos servidores terceirizados caso se prorrogue o não pagamento dos contratos.

“Precisamos garantir que os mais de mil empregos que as empresas terceirizadas ofertam nos contratos na área educação sejam conservados. Tem empresas que mesmo sem receber há dois meses mantêm o pagamento em dia de seus funcionários, mas não são todas que aguentam o déficit orçamentário. Para mantermos os empregos, precisamos que o pagamento das empresas se regularizem” disse o deputado Calegário a respeito da situação.

A Secretaria de Educação, através da diretora Andréia, afirmou que o atraso do pagamento das empresas se deu tanto pela baixa na arrecadação própria do Estado, quanto pela perda de R$ 55 milhões oriundos do FUNDEB. “Tivemos queda de arrecadação na Fonte 100, que é recurso próprio do Estado, e na Fonte 300, referente ao Fundeb. Só do Fundeb nós perdemos R$55 milhões este ano” afirmou.

Na reunião, ficou acordado entre os empresários e a Secretaria de Educação que não haverá demissões dos trabalhadores e o pagamento dos contratos será realizado.

Assessoria

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas