Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Cotidiano

Aos poucos PDT vai assumindo Segurança Pública e servidores temem volta de Emylson Farias, diz colunista

Coluna da Gina

Publicado

on

Renan Biths é nomeado diretor de Polícia Civil

O Diário Oficial de sexta-feira trouxe a nomeação de Rennan Biths de Lima para o cargo de diretor de Polícia Civil, ex-braço direito do ex-secretário Emylson Farias, inclusive, integrando o mesmo partido, o (PDT), pelo qual Farias disputou o cargo de vice-governador na chapa de Marcus Alexandre em 2018.

O time de Emylson Farias está de volta

Renan chega para completar o time da ex-gestão de Emylson Farias e todos ligados ao PDT de Luiz Tchê que aos poucos vai tomando o sistema de segurança.

Os meninos do Emylson

Há poucos dias o governador Gladson Cameli nomeou Fabrizio Leonard da Silva Sobreira para o cargo de corregedor-geral da Polícia Civi, Alberto Dalacosta Filho, para o cargo de corregedor adjunto, Getúlio Monteiro De Castro Teixeira, para o cargo de diretor do Departamento Técnico-Policial.

Martim Hessel para o Departamento de Inteligência

Além dessas nomeações de pessoas ligadas à gestão de Emylson Farias, o governador também confiou o Departamento de Inteligência a Martin Hessel e o nomeou como diretor. Hessel ocupou altos cargos na gestão de Tiao Viana e também é da cúpula de Emylson Farias.

Josemar

O próprio delegado geral da Polícia Civil, Josemar Portes, que assumiu após a exoneração de Henrique Maciel, é a cara da gestão Emylson Farias e, consequentemente, a gestão petista que levou a segurança pública ao caos.

Só falta o Emylson Farias

Não é de estranhar que parte da segurança pública esteja temendo pela demissão do coronel Paulo Cézar para que em seu lugar assuma Emylson Farias. A turma dele já está toda dentro. Será uma preparação para a chegada do ex-candidato a vice-governador?

Iapen

Há, falando em domínios do PDT, não dá para esquecer que Arlenilson Cunha, diretor do Instituto Penitenciário do Acre, é pedetista.

Complicado é o mínimo que se pode dizer

É bom frisar que estas nomeações acima citadas são para lugares chaves da segurança, como é o caso do Departamento de Inteligência. Complicado isso.

Disputa acirrada em Brasiléia

A disputa eleitoral em Brasiléia será acirrada, aliás como são a disputas na cidade. Uma espécie de Fla x FLu entre PT e MDB.

Leila Galvão abraçada a Aldemir Lopes é tão estranho quanto duvidoso

A volta de Leila Galvão ao cenário pelo MDB é confusa e tem pesado contra ela o fato de estar no mesmo palanque que seus algozes, incluindo o mago Aldemir Lopes.

O poder pelo poder

Aliás, essa vontade de Leila Galvão de ter o poder pelo poder, após ser derrotada para deputada estadual, fez ela se aliar a quadros improváveis como Aldemir Lopes e outros medebistas que fizeram da vida dela um inferno no passado.

Pouco importa

Mas parece que para alguns quando se quer voltar ao poder não se importa os meios.

Bom dia a todos

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas