Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Polícia

“Ele deveria ficar em prisão perpétua”, diz filho de goleiro Bruno e Eliza sobre o pai

Redação Folha do Acre

Publicado

on

Não apenas Sônia da Silva Moura, de 55 anos, mãe da modelo Eliza Samudio, morta e esquartejada a mando do atual goleiro do Rio Branco Futeboll Clube, Bruno Fernandes, criticou a contratação do atleta para o time acreano. O filho do casal, Bruninho Samudio, de apenas 10 anos, também repudiou o fato.

Ao lado da avó, o garoto disse que o pai deveria ter recebido prisão perpétua.

“No mínimo ele deveria ficar em prisão perpétua, porque eu acho uma sacanagem tirar a vida de um ser humano. Não existe nenhum motivo que explique isso. Nenhum”, disse a criança em áudio enviado com exclusividade à reportagem do ContilNet.

Bruninho está sob a guarda definitiva de Sônia desde 2012, por decisão judicial.

O goleiro também foi acusado de sequestro. O menino, com poucos meses de nascido e três meses após a morte da mãe, foi encontrado pela polícia em uma favela de Belo Horizonte, em Minas Gerais, “com fome e sujo”, de acordo com a avó.

Em outro áudio, também enviado pela avó, Bruninho diz que o pai é uma ameaça para ele.

“Infelizmente ele é uma ameaça para a sociedade, e eu me sinto muito ameaçado com isso”, fianalizou.

ContilNet

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas