Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Cruzeiro do Sul

Julho Amarelo: Prefeitura intensificou ações na luta contra as hepatites virais durante todo mês

Redação Folha do Acre

Publicado

on

Atendimento em estabelecimentos, vigilância e prevenção foram os principais pontos da campanha

Após a flexibilização dos decretos municipal e estadual, a Prefeitura de Cruzeiro do Sul, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, voltou a desenvolver seu calendário de campanha mensal. Nos decorrer do ‘Julho Amarelo’, realizado em alusão à luta contra as hepatites virais, o município promoveu atendimento em diversos estabelecimentos e também ações de conscientização quanto a essas doenças.

Hepatite é uma inflamação do fígado que pode ser causada por vírus ou pelo uso de alguns medicamentos, álcool e outras drogas, assim como por doenças autoimunes, metabólicas ou genéticas.

A equipe de saúde esteve atendendo em setores como da limpeza, pois muitas vezes os servidores têm contato com materiais contaminados e acabam não fazendo seus exames por falta de tempo.

“Durante o mês do julho amarelo realizamos exames com os funcionários de alguns estabelecimentos, pois é fundamental ter conhecimento sobre essas doenças, sendo que muitos acabam não tendo tempo de fazer seus exames”, destacou o coordenador Iago Castro.

As hepatites virais podem ser transmitidas pelo contágio de partículas orais, especialmente em locais com condições precárias de saneamento básico e água, de higiene pessoal e dos alimentos; pela relação sexual desprotegida; da mãe para o filho durante a gravidez, e por meio de transfusão de sangue.

A Secretária de Municipal de Saúde, Juliana Pereira, explicou que os exames foram realizados através de testagem rápida, provenientes do Ministério da Saúde. Durante a ação, além dos testes de hepatites, também foram realizados exames de HIV e sífilis, todos com constatação de casos positivos em Cruzeiro do Sul.

“É importante identificarmos essas doenças rapidamente para iniciarmos os tratamentos e termos uma resposta favorável,” ressaltou a secretária de saúde Juliana Pereira.

Ascom

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas