Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Política

Jenilson segue fazendo plantão na UTI COVID do PS durante o recesso parlamentar

Redação Folha do Acre

Publicado

on

Aquela máxima de que o trabalho não pode parar se aplica perfeitamente nas ações do deputado estadual Jenilson Leite ( PSB), médico infectologista, que segue nas escalas de plantões do Pronto Socorro mesmo durante o recesso parlamentar de meio de ano. O médico voltou a integrar as escalas do hospital desde o início de junho, quando tomou a decisão de se ausentar dos trabalhos legislativos para cuidar da saúde da população.

No momento em que o deputado tomou aquela decisão, o Estado do Acre vivia um dos momentos mais críticos da disseminação do novo coronavirus, com superlotação dos leitos de UTI para covid-19 , pacientes vindo a óbito e falta de profissionais de saúde.

Com a diminuição dos casos de covid-19, a abertura do comércio vem ocorrendo de forma gradativa e a vida voltando a normalidade. Para o deputado, esse resultado é consequência do esforço coletivo dos gestores públicos, dos tralhadores de saúde, das forças de segurança e da população que entendeu a necessidade de se cuidar, evitando aglomeração e usando EPI’s. ” Eu sempre preguei a união e o esforço coletivo no combate à covid-19. E vejo que meu pensamento está certo. Porque com o esforço dos governantes, dos deputados, dos profissionais de saúde (que tem sido os verdadeiros heróis) contra essa guerra do inimigo invisível, além de a população, que entendeu a necessidade de lutar para que pudéssemos aos poucos voltar a normalidade. Se hoje estamos vendo a diminuição do número de infectados, menos pacientes internados e a diminuição na procura por consultas, é resultado da luta coletiva”.

Jenilson além de atuar como plantonista no Pronto Socorro de Rio Branco, ele tem realizado atendimento especializado nos municípios acreanos. O infectologista já atendeu nas cidades de Tarauacá, Jordão, Brasiléia e Assis Brasil.

Destarte, que o médico deputado foi o primeiro a propor o pagamento de gratificação aos profissionais de saúde e aos agentes da área de segurança em função de estarem na linha de frente de combate ao novo coronavírus. Sua fala ecoou e o governo concedeu o benefício aos trabalhadores mencionados.

Assessoria

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas