Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Opinião

De “menino mimado” a articulador: Gladson enfraquece PP e pode juntar Socorro e Minoru na mesma chapa ao ir para PSDB

Redação Folha do Acre

Publicado

on

Menos de duas semanas depois de ter sido achincalhado pelo presidente municipal de sua própria sigla, até então o PP, o governador Gladson Cameli passou uma semana fora do Acre e retornará ao estado na próxima semana com o PSDB debaixo do braço, a garantia da executiva nacional de que comandará o processo eleitoral em Rio Branco e com a pré-candidatura de Minoru Kimpara, criando seu vice, Wherles Rocha, a seu dispor para fazer dela o que bem quiser, inclusive rifá-la.

De “menino mimado”, como foi chamado pelo presidente do PP municipal, de ingênuo como é descrito por aliados, Cameli passará a estatura de articulador capaz de destruir as intenções de Rocha que até mudou de partido para poder manter a candidatura de Kimpara.

Cameli continuará apoiando Socorro Neri, a informação foi passada por fonte segura. Inclusive, das 3 pessoas que sabiam de suas articulações com a executiva nacional do PSDB estava a prefeita de Rio Branco. “Ela continua sendo a candidata dele. As coisas irão acontecer”, contou uma fonte.

Socorro havia conversado por telefone com Cameli a respeito das movimentações a nível nacional enquanto Petecão se juntava a Rocha e Flaviano para tentarem contrapor Cameli e sua candidata a prefeita.

Parece que Cameli amadureceu. De uma vez só se livrou do PP, que lhe custa uma fatura alta com centenas de cargos, e ainda trouxe para si a chance de rifar a candidatura que em tese mais ameaçaria a reeleição de Socorro Neri. É, pastor Reginaldo e cia, vocês terão que rever seus conceitos sobre Cameli. Como diria minha mãe, de bobo ele só tem a cara.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas