Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Saúde

Faixa Laranja: aumento na procura por transporte coletivo é de apenas 4,86%

Redação Folha do Acre

Publicado

on

Com a regulamentação do governo do Estado, passando Rio Branco para a faixa laranja e flexibilizando o funcionamento do comércio para atender até 30% da sua capacidade de lotação, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito – RBTrans, realizou estudo técnico comparativo de contagem de passageiros durante a semana que antecedeu a mudança de faixa e a primeira semana de funcionamento.

O estudo visa principalmente orientar o órgão quanto a quantidade necessária de ônibus para retorno da circulação da frota na capital acreana. Para isso, foi realizado contagem de passageiros em todas as linhas disponíveis de cada empresa, sendo a primeira semana do dia 13 a 16, antes do decreto, e a segunda entre 20 a 23 de julho, depois da mudança da cor vermelha para a laranja.

Durante a primeira semana circularam de ônibus 41.226 pessoas. Na segunda semana o número subiu para 43.814. Um aumento de 4,86% pessoas. A superintendente da autarquia, Sawana Carvalho, explica que esse estudo é muito importante pois aponta a necessidade do usuário do transporte coletivo.

“Diante desses dados vamos programando o retorno dos ônibus, que está sendo de forma gradual, obedecendo a necessidade da demanda da população. Com essas informações fica mais fácil expedir novas ordens de serviços, adequando sempre com a quantidade de usuários do sistema de transporte público”, relata Sawana.

A estudante Mikelly Nascimento, diz que já percebeu a mudança na oferta da frota circulante em Rio Branco. “Eu percebi que desde a semana passada a oferta de ônibus aumentou. Os ônibus são importantes, muita gente precisa dele para ir e voltar do trabalho todos os dias”, disse ela.

Sawana Carvalho explicou ainda que os estudos continuam. “São diários, além disso estamos dando publicidade as ordens de serviços, colocando à disposição da população tanto no Portal de transparência do transporte, quanto nas televisões que ficam no terminal central. Estamos também disponibilizando dentro dos coletivos. Com isso fica mais fácil o usuário se programar na hora que for utilizar o transporte público”, finalizou.

Ascom

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas