Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Economia

Lojistas de Rio Branco recebem orientação da Vigilância Sanitária

Redação Folha do Acre

Publicado

on

Cuidando para que a reabertura do comércio varejista e de serviços não provoque uma nova onda de proliferação do novo coronavírus em Rio Branco, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), continua realizando o trabalho de orientação sanitária nas lojas e escritórios que já estão de portas abertas ao público.

Na ação, iniciada nesta terça-feira (21) pelos locais com maior tendência de aglomeração de pessoas, os agentes da Vigilância Sanitária do Município observam se o estabelecimento está tomando os cuidados previstos nos Decreto Municipal 488, de 21 de julho de 2020, tais como o controle da quantidade de pessoas no interior das lojas que deve obedecer o limite máximo de 30% de sua capacidade nas áreas de livre circulação, se há marcações horizontais e outras medidas que indiquem o distanciamento social de 1,5 metro, pelo menos, nos locais de espera (filas) e a disponibilização de álcool em gel ou líquido para a higienização das mãos de quem entra.

As visitas de orientação começaram pelo Via Verde Shopping e na tarde desta quarta-feira (22) ocorreu na Loja Havan. “A princípio verificamos que há uma proposição bem forte dos empresários em cumprir os protocolos. Aquilo que percebemos que precisa ser ajustado nós orientamos, alertamos o que precisa melhorar, mas percebemos que o maior desafio mesmo é convencer a população de que não estamos no normal. Estamos numa condição concessiva preliminar de uma caminhada bastante longa ainda para chegarmos à normalidade, que é o objetivo, mas que existe o risco do retrocesso e ninguém quer isso e ter que voltar às restrições que tivemos que viver há bem pouco”, ressaltou o auditor fiscal da Vigilância Sanitária do Município, Luiz Carlos Paes.

A flexibilização permitida no nível laranja, que indica alerta, segundo a classificação do Pacto Acre sem Covid, teve início nesta terça-feira, 21, e a preocupação do Comitê Municipal de Enfrentamento ao novo Coronavírus é fazer com que as medidas de prevenção de proliferação viral continuem sendo tomadas, para que Rio Branco não retroceda no enfrentamento à Covid-19 e volte para a faixa vermelha, de emergência.

“Conseguimos uma vitória parcial que pode ser perdida se não cuidarmos para que as medidas restritivas continuem sendo obedecidas. Estamos na faixa de alerta e começamos bem, mas é preciso um envolvimento muito maior da população, de todos nós, no sentido de redobrarmos os cuidados com o reinício das atividades permitidas. Que seja um reinicio organizado, que as medidas de cuidado individuais e coletivas continuem sendo tomadas para garantir a nossa segurança e evitar um novo avanço do vírus”, alertou o médico Oswaldo Leal, coordenador do Comitê Municipal de Enfrentamento ao Coronavirus.

Seguindo um cronograma planejado pela Semsa, as visitas orientadas de Vigilância Sanitária estão previstas para continuarem acontecendo nos próximos dias nos bairros e regionais com maior concentração de lojas do comércio varejista, de móveis, calçados, confecções, acessórios e de serviços como salões de beleza e escritórios, permitidos a reabrir na faixa laranja.

Assessoria

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas