Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Principal

Vídeo de Ciro Nogueira apoiando Bocalom é velho, diz fonte ligada a Gladson

Gina Menezes

Publicado

on

Uma fonte ligada ao governador Gladson Cameli afirmou que o vídeo do presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira, falando de apoio a Bocalom é antigo, antes do áudio do presidente do PP local, pasror Reginaldo Ferreira, ter escrachado o governador Gladson Cameli.

Segundo a fonte palaciana, a ala progresssita contraria Gladson e teria divulgado na imprensa vídeo como inédito nesta terça-feira (21) apenas para confundir a opinião pública.

Depois dos áudios vazados do presidente do PP, Reginaldo Ferreira, Cameli mostrou incômodo pelo fato de terem imposto o nome de Bocalom sem prévia discussão, sentiu-se achincalhado pelo líder partidário e chegou a declarar na manhã de segunda-feira (20) que poderia deixar o partido. Logo após a manifesta insatisfação de Gladson, as principais lideranças do PP com mandato no Acre, 7 prefeitos e três deputados estatuais, deram carta branca a Gladson Cameli para liderar o processo eleitoral de 2020.

Ainda de acordo com a fonte ligada ao Palácio Rio Branco, Gladson vai dialogar com Ciro Nogueira e com a senadora Mailza Gomes sobre o ocorrido no Acre e pretende reorganizar a arquitetura eleitoral de 2020 no estado, respeitando e ouvindo, mas, liderando o processo.

“Isso não significa apoio final ou veto às candidaturas, mas a reestruturação da arquitetura eleitoral, agora sob o comando de Gladson e sob novo formato”, frisou a fonte.

A fonte afirma ainda que a senadora Mailza Gomes segue prestigiada por Gladson Cameli e tendo sua liderança respeitada pelos Progressista do Acre.

“O resto é ação isolada de quem quer a desagregação e a derrota dos Progressistas”, salientou.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas