Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Polícia

Polícia prende dupla acusada de assaltar Supermercado Araújo e lotérica em Rio Branco

Redação Folha do Acre

Publicado

on

Um intenso trabalho de investigação dos agentes da Delegacia de Combate a Roubos e Extorsões (DCORE), da Polícia Civil do Acre resultou na prisão de dois indivíduos que participaram dos assaltos ao supermercado Araújo da Sobral e de uma casa lotérica no bairro Calafate. A dupla foi presa por força de mandados de prisão após ficar comprovada a participação nos crimes.

Jofran Silva Evangelista, o “Negão” ou “Gordo” foi o “coordenador” do roubo no supermercado Araújo; também foi responsável pelo roubo do veículo (e sequestro do motorista de aplicativo) utilizado para transportar os criminosos até o supermercado e levar os objetos roubados. Ele foi preso no conjunto Carandá. Já Cauet de Souza Silva, preso na rua Campo Novo, bairro Ayrton Senna também é suspeito de atuar “fiteiro” do grupo, ou seja, o responsável por levantar as informações dos locais onde foram realizados os roubos.

Também ficou comprovado que Cauet comercializou um celular de uma das vítimas do assalto ao supermercado Araújo.

De acordo com o delegado coordenador da especializada, Leonardo Santa Bárbara, a dupla é suspeita de integrar um grupo criminoso.

“São dois elementos de alta periculosidade e que possivelmente integrem uma das facções atuantes na capital acriana. Além disso, já está preso outro maior envolvido no assalto do Supermercado Araújo e apreendido um menor que participou dos dois roubos (Araújo e Lotérica). O maior em referência, tem grande experiência em manuseio de armas, sobretudo de armamento pesado já que deu baixa do Exercito recentemente.

“Um dos maiores que participou do crime é ex-militar do Exercito com grande experiência no manuseio de armas de grosso calibre e agora está integrando as fileiras do crime organizado”, comentou Santa Bárbara.

Em depoimento na sede da especializada, Jofran confessou a participação no roubo do Supermercado Araújo. Já Cauet disse que apenas negociou o celular que foi entregue por um dos agentes que praticaram o crime.

O delegado-geral da Polícia Civil do Acre, José Henrique Maciel Ferreira destacou o empenho dos investigadores em elucidar mais esses crimes e prender seus autores.

“Temos policiais extremamente preparados e capacitados que tem se empenhado diuturnamente na elucidação dos mais diversos crimes em nosso Estado. O excelente trabalho de investigação realizado por nossos policiais tem possibilitado se chegar ao maior numero possível de criminosos e prende-los. Essa é mais um prova de que a Polícia Civil está no caminho certo.”, destacou Henrique Maciel.

As investigações seguem em curso e novos envolvidos nesses crimes podem ser presos nas próximas horas.

Ascom

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas