Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Cruzeiro do Sul

Prefeitura de Cruzeiro do Sul e ONG Vagalume fazem doação de R$ 500 mil em roupas e máscara para famílias carentes

Redação Folha do Acre

Publicado

on

As peças são fruto de uma doação da marca Malwee e cerca de 500 famílias estão sendo beneficiadas

A Prefeitura de Cruzeiro do Sul, em parceria com a Organização Não Governamental (ONG) Vagalume, realizou nesta quinta-feira (16), a distribuição de aproximadamente 500 mil reais em roupas e máscaras faciais para famílias carentes do município.

As peças são fruto de uma doação da marca Malwee para a ONG. Foram 300 caixas levadas ao bairro Miritizal e vilas Assis Brasil e Santa Rosa, os beneficiados são as pessoas que estão no Cadastro Único (CadÚnico). A Coordenadora do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), Ana Luiza disse que pelo menos 500 famílias devem ser atendidas com a parceria.

“Temos um número muito grande de famílias atendidas, e essas parceria são sempre muito bem vindas para que a gente consiga ampliar o nosso atendimento”, explicou a coordenadora.

Maria Izanete recebeu peças para os seus três filhos que têm 11, 12 anos e o caçula de apenas 9 meses. “Eu sou muito grata, meus filhos com certeza vão ficar muito felizes. É muito importante receber este tipo de auxílio, às vezes estamos pra baixo e aparece pessoas boas assim para nos ajudar”, declarou.

A coordenadora do Cras lembrou que a Prefeitura de Cruzeiro do Sul tem se esforçado para dar assistência às famílias que mais precisam e, neste momento de pandemia do coronavírus, os esforços aumentaram ainda mais.

“Somente o Cras já entregou mais de 2 mil cestas básicas desde que começou a pandemia, fora outros órgãos e outros tipos de atendimentos. A prefeitura tem sido excepcional neste momento e agora esta parceria com a ONG Vagalume veio fortalecer as ações”, completou Ana Luiza.

A ONG Vagalume tem sede em São Paulo e tem como objetivo empoderar crianças de comunidades rurais da Amazônia a partir da promoção da leitura e da gestão de bibliotecas comunitárias como espaço para compartilhar saberes. Porém, como a realidade atual demanda outras frentes de cuidados, a Vagalume tem tentado auxiliar estas crianças de outra forma. A distribuição das roupas é um exemplo disso, conforme explicou Evilásio Silva, representante da ONG Vagalume em Cruzeiro do Sul.

“O foco é cultura e educação, mas a sociedade está passando por um momento delicado então buscamos parcerias atender de forma emergencial a comunidade não apenas com roupas, mas com outras parcerias que estão sendo feitas”, endossou Evilásio.

Assessoria

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas