Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Polícia

Pai e filho subtraíram 16 mil comprimidos para tratar Covid em Rio Branco, diz delegado

Redação Folha do Acre

Publicado

on

O delegado da Polícia Civil do Acre, Pedro Resende, deu declaração nesta quinta-feira (16) sobre a retirada de medicamentos de forma ilegal dos postos de saúde de Rio Branco que seriam usados para tratar o novo coronavírus.

De acordo com Resende, a dupla (pai e filho) presa acusada de retirar os remédios conseguiu subtrair 16 mil comprimidos dos medicamentos azitromicina, albendazol, fluconazol, cefalexina, dipirona, amoxicilina e ivermectina das farmácias públicas da capital acreana.

“Já se descobriu que a dupla conseguiu subtrair só dos postos de saúde municipal mais de 16 mil comprimidos, mais de 16 mil unidades de remédios dentre comprimidos e xaropes que eram utilizados no combate da Covid-19, o que gerou um prejuízo superior de R$ 5 mil e 200 só para os cofres do município”, disse Resende à imprensa.

Segundo o delegado, os acusados usavam cartões do SUS de terceiros e receitas frias para poder retirar os remédios para vender em bairro da cidade.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas