Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Saúde

Teleconsulta da Prefeitura de Rio Branco já realizou mais de 27 mil atendimentos durante a pandemia

Redação Folha do Acre

Publicado

on

Se é possível falar em legado desta pandemia do novo coronavírus, o serviço de Teleconsulta, adotado pela Prefeitura de Rio Branco, através da Secretaria Municipal de Saúde, é, definitivamente, algo que ficará para os rio-branquenses.

Idealizado para evitar que as pessoas saíssem de casa e acabassem causando aglomeração nas unidades de Saúde da Capital, em dois meses de funcionamento, a Teleconsulta já realizou 27,4 mil atendimentos entre consultas, agendamento de exames e outros encaminhamentos, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Pela plataforma de atendimento, os profissionais de saúde realizam a triagem e encaminham os pacientes para os atendimentos específicos. Os usuários tem atendimento pré-clínico, suporte assistencial, consultas, monitoramento e diagnóstico realizado por médicos, enfermeiros, psicólogos e nutricionistas. Tudo de forma remota, por telefone ou pela internet, para que não precisem sair de casa.

O médico Osvaldo Leal, coordenador do Comitê de Enfrentamento e Monitoramento de Emergência para Infecção Humana pelo Novo Coronavírus, ressalta que o serviço de Teleconsulta é uma ferramenta importante de combate à Covid-19.

“Aquelas pessoas que apresentam sintomas gripais como coriza, obstrução nasal, fadiga, desconforto, dor de cabeça e febre, podem entrar em contato pela Teleconsulta, como alternativa para não sair de casa e a partir desse primeiro contato, os casos suspeitos ou confirmados da Covid-19 passam a ser monitorados pelos médicos. Depois que o agendamento é feito, o paciente apenas aguarda que o médico entre em contato e o tempo de espera é de meio turno”, disse.

As pessoas com doenças crônicas e que apresentam sintomas leves também são acompanhadas por meio da Teleconsulta. “Os hipertensos, diabéticos, obesos, grávidas ou mulheres na fase do puerpério, pessoas idosas e com doenças respiratórias prévias, como asma, são acompanhados mais de perto devido ao fator de risco”, explicou.

A coordenadora de Regulação, Controle e Avaliação da Semsa, Sulamitta Guedes, acrescentou que além de atender as pessoas com sintomas gripais, todos os serviços que disponíveis na rede de atenção primária da saúde estão sendo realizados por meio da Teleconsulta. “Estamos atendendo qualquer outro problema de saúde, visando diminuir a circulação de pessoas, atendendo todas as situações que são rotina nas Unidades Básicas de Saúde. Nosso maior objetivo é fazer com que as pessoas fiquem em casa e evitem sair ao máximo, especialmente quem faz parte do grupo de risco”, reforçou.

Quem precisar acessar o serviço de Teleconsulta, deve fazer contato pelo telefone 3216 -2400, de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, ou pelo chat disponível no site oficial da Prefeitura de Rio Branco (http://pmrb.ac.gov.br/).

Ao entrar em contato com central de atendimento, que funciona na Policlínica do Barral y Barral, o usuário é atendido dentro de um tempo de espera estimado em no máximo 30 segundos. Se neste tempo a ligação cair, os atendentes retornam a chamada no número que fica registrado.

A partir daí, dependendo do caso, a consulta presencial é agendada ou o médico a realiza por vídeochamada ou ligação telefônica.

A TeleConsulta faz parte do pacote de medidas de combate e contenção da Covid-19, decretado em Rio Branco e é regulamentada pela Portaria do Ministério da Saúde, de n° 467 de 20 de março, que dispõe sobre a normatização e operacionalização das ações de telemedicina, em caráter excepcional e temporário, enquanto durar a pandemia causada pelo novo coronavírus.

Ascom

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas