Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Polícia

Dentista da Sesacre e marido são mortos pelos próprios inquilinos a facadas

Redação Folha do Acre

Publicado

on

A Polícia Rodoviária Federal em Vilhena, em operação integrada com a Polícia Militar e a Polícia Civil do estado de Rondônia, solucionou o desaparecimento de do casal de dentistas idosos Eldon Mai e Dionelia Giacometti Mai, moradores de Colorado do Oeste, registrado no último domingo (5).

Dionelia é servidora da Secretária Estadual de Saúde do Acre (Sesacre) e estava afastada desde o início da pandemia de coronavírus por fazer parte do grupo de risco. Ela é dentista da Sesacre desde o ano de 2018. Após o afastamento, a servidora viajou para Rondônia onde estava com o marido.

As provas apontam para um latrocínio (roubo seguido de morte), cometido pelos inquilinos de um imóvel da família. Os executores residiam em uma edícula ao fundo da casa das vítimas.

Na madrugada desta terça-feira (7), uma equipe de plantão da Delegacia PRF de Vilhena), ciente do desaparecimento do casal de idosos, realizava operação de fiscalização com objetivo de encontrar o veículo das vítimas, quando abordou um carro, da mesma cor e modelo, no qual viajavam três pessoas (um homem, uma mulher e uma criança). Em consulta aos sistemas policiais, foi identificado que o automóvel estava em nome da senhora desaparecida.

Também foi constatado que a passageira adulta tinha um mandado de prisão em seu desfavor, por condenação pelo crime de tráfico de drogas.

Ao tentar explicar a origem do carro, o homem acabou confessando que havia assassinado do casal de idosos e, voluntariamente, conduziu os policiais até o local onde os corpos das vítimas foram ocultados. As motivações, o modo de execução e os demais fatos pertinentes ao crime serão investigados pela Polícia Civil de Rondônia. A criança foi entregue ao conselho tutelar, não sendo exposta à ocorrência nem tendo ciência sobre a situação dos pais.

Após a indicação exata do local por parte de um dos executores, as vítimas foram encontradas enterradas em uma rodovia vicinal no município de Chupinguaia. Os corpos foram encaminhados à perícia técnica e os acusados encaminhados à polícia judiciária, que solicitou prisão preventiva para concluir as investigações.

Com informações do Rondonia Agora

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas