sábado, outubro 16, 2021
22.3 C
Rio Branco
sábado 16 outubro 2021

Calegário propõe pagamento de auxílio para terceirizados, mas pedido é derrotado na Aleac

POR

Deputado Chico viga decide por rejeição de emenda que tratava sobre a inclusão dos trabalhadores terceirizados da saúde no auxílio temporário emergencial

Em reunião conjunta das comissões de constitucionalidade e justiça com a de orçamento e finanças da assembleia, que ocorre na tarde deste domingo, 24, o Deputado Estadual Fagner Calegario (sem partido) propôs emenda , ao Projeto de Lei que trata sobre o auxílio temporário, que incluia os trabalhadores terceirizados da saúde (limpeza) que estão em atividade e expostos ao risco de contaminação do novo coronavirus, o covid-19.

Depois de apreciada a matéria, votaram contrário a emenda os parlamentares Gehlen Diniz (PP), Cadmiel Bonfim (PSDB), e Chico Viga (PHS). Os votos a favor da emenda foram dos parlamentares Edvaldo Magalhães (PC do B), Daniel Zen (PT) e Roberto Duarte (MDB). O deputado estadual Neném Almeida (Solidariedade) permaneceu ausente na votação. Com o empate de 3 votos contrários e 3 a favor, decidiu pela rejeição da matéria, no voto de minerva, o presidente da comissão conjunta, deputado estadual, Chico Viga. Matando no peito a decisão contrária aos interesses dos trabalhadores. Sendo, ainda, criticado pelo líder do governo, Gehlen Diniz, por ter fornecido questão de ordem ao deputado Fagner Calegário após a votação da matéria.

Mais emendas serão apreciadas e votadas pelas comissões conjuntas. O projeto lei ainda passará, também no dia de hoje, pela comissão de serviço público.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img